Alunos do Colégio Militar de Palmas fazem protesto em frente à Seduc por melhorias

Redação AF - |
Foto: Nielcem Fernandes
Alunos do Colégio Militar de Palmas fazem manifestação

Nielcem Fernandes//AF Notícias

Alunos do Colégio de Polícia Militar de Palmas fizeram uma manifestação em frente à Secretaria Estadual de Educação e Cultura (Seduc) na manhã desta quinta-feira (8), para reivindicar melhorias na estrutura física da escola.

Com cartazes, apitos e gritos de guerra, os estudantes clamaram por melhorias estruturais e no quadro de professores. Segundo os manifestantes, as aulas foram suspensas desde o meio dia de quarta-feira (7). A unidade II do Colégio Militar fica localizada na quadra 206 Norte, e tem capacidade para atender 700 alunos, distribuídos entre séries de nível fundamental e médio.

Aluna da 3ª série do ensino médio, Camila Nunes Tavares de Oliveira, de 16 anos, falou ao AF Notícias sobre a situação da escola. “Estamos fazendo essa manifestação por falta de estrutura em nosso colégio. Estamos sem aulas por falta de iluminação e a escola vive está pegando fogo. Não temos como estudar assim! A Seduc prometeu fazer essa reforma há muito tempo, mas até agora nada. Falta professor, não tem energia e as instalações elétricas estão danificadas. A escola é muito antiga e nunca teve essa reforma. Estudo no colégio desde 2015 e só reformaram o refeitório. Estou no terceiro ano, tenho que fazer o ENEM este ano e estamos perdendo aulas”, relatou.

Outro estudante, que preferiu não se identificar, disse que muitas promessas foram feitas pela Seduc, mas não saíram do papel. “Ano passado a escola pegou fogo e eles disserem que iriam arrumar, mas isso não aconteceu. As salas estão fechadas. Estamos sem cadeiras, e ontem 10 alunos passaram mal por causo do forte calor nas salas que não tem ar condicionado”, relatou.

A Seduc recebeu um grupo de cinco alunos para discutir sobre as reivindicações. Até o fechamento dessa reportagem, os representantes dos alunos afetados ainda estavam na reunião.

VÍDEO DO PROTESTO

ENTENDA

No dia 12 de setembro de 2017, um incêndio deixou uma sala de aula totalmente destruída, assustando estudantes e professores da unidade II do Colégio Militar de Palmas.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o fogo começou em um aparelho de ar-condicionado durante uma aula de música. Os instrumentos musicais foram consumidos pelo fogo.

Foto: Divulgação
Fogo no Colégio Militar

Comentários pelo Facebook: