Seet
Sobral – 300×100

Amastha abre 13,6 pontos de vantagem em Palmas enquanto ex-prefeito Raul passa a ser o mais rejeitado

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Pesquisa realizada pelo Jornal do Tocantins em Palmas (TO).

De um empate técnico na primeira rodada com o ex-prefeito Raul Filho (PR), o candidato à reeleição Carlos Amastha (PSB) aparece na liderança na segunda pesquisa estimulada Serpes/Jornal do Tocantins subindo de 26,6% para 34,4% das intenções de votos para a Prefeitura de Palmas contra 20,8% de Raul, que está empatado tecnicamente com a vice-governadora (19,1%), a uma semana das eleições.

Amastha abriu uma diferença de 13,6 pontos percentuais em relação a Raul, que perdeu 6,4 pontos percentuais dos 27,2% que tinha na anterior. A consulta estimulada é a aquela em que a cartela com os nomes dos candidatos é apresentada ao eleitor. A pesquisa, realizada entre 17 e 20 de setembro, ouviu 1.001 eleitores e tem margem de erro de 3,09 pontos percentuais para mais ou para menos.

pesquisa1A vice-governadora Claudia Lelis (PV) teve o maior crescimento – ganhou 10,3 pontos percentuais – saindo de 8,8% para 19,1% e empatando tecnicamente com Raul Filho, ao passo que Sargento Aragão (PEN) caiu de 6,9% para 5,2% e Zé Roberto (PT) subiu de 1% para 2,2%, lembrando que o candidato Cassius Assunção (PSOL) teve o registro de sua candidatura negado e está fora da disputa.

Nesta segunda rodada, diminuiu o número de eleitores que pretendiam votar nulo. Eram 16,6% e caíram para 5,3%, 11,3 pontos percentuais a menos. Em contrapartida, os indecisos aumentaram um pouco – de 12,1% para 13,1%.

Espontânea

Já na pesquisa espontânea, quando os entrevistadores apenas perguntam em quem o eleitor vai votar, o crescimento de Amastha é de 12,8 pontos em relação à estimativa divulgada em agosto pelo jornal. Na espontânea, Amastha tem 32,7%. Já Raul, segundo colocado, caiu de 18,8 para 18,6%. E Cláudia tem 15,8%. 

Votos válidos

Considerando apenas os votos válidos, Amastha tem 42,1%, uma vantagem de 16,6 pontos percentuais sobre o segundo colocado, Raul Filho, que tem 25,5%. Já a vantagem do prefeito sobre Cláudia Lélis, na terceira posição, é de 18,7 pontos percentuais. Cláudia aparece com 23,4% nesta análise.

Rejeição

Ex-prefeito Raul Filho agora é o mais rejeitado. Nesta segunda rodada da pesquisa houve uma inversão na liderança no quesito rejeição e como a pergunta sobre em quais candidatos o entrevistado não votará de jeito algum para prefeito aceita respostas múltiplas, a soma dos percentuais pode ultrapassar os 100%.

Na consulta anterior, Carlos Amastha era o mais rejeitado por 28,4% (está agora com 26%), posição ocupada agora por Raul Filho com 32,3% (tinha 22,6%). A rejeição aos candidatos Claudia Lelis e Sargento Aragão aumentou em relação à primeira rodada da pesquisa, que também tiveram suas colocações invertidas.

Comentários pelo Facebook: