Amastha vota em eleição na Colômbia e diz ser a ‘maior democracia da América Latina’

Agnaldo Araujo - |
Amstha votando na Colômbia

O ex-prefeito de Palmas e candidato derrotado na eleição ao Governo do Tocantins, Carlos Amastha (PSB) votou no 2º turno do pleito presidencial da Colômbia, nesse domingo (17), e disse que a democracia do seu país de origem é “a mais forte da América Latina”.

Em uma foto divulgada nas redes sociais, Amastha disse que exerceu o seu “direito ao voto” e elogiou a democracia da Colômbia, ao justificar que ela suportou “a mais grave crise da história da humanidade”.

Foi horrível, mas o povo aprendeu a votar. Vamos virar essa página no voto”, escreveu no Twitter.

Por ter dupla nacionalidade, Amastha também vota no Tocantins e pode disputar vários cargos eletivos no Brasil, exceto de Presidente e vice-presidente da República, de presidente da Câmara dos Deputados e do Senado.

O candidato eleito para presidente da Colômbia até 2022 foi o advogado e conservador Iván Duque, de 41 anos. Ele obteve 54% dos votos e venceu Gustavo Petro.

Foto: Divulgação
Foto publicada por Amastha no twitter

Comentários pelo Facebook: