Anatel vai bloquear todos os celulares pirateados a partir de 2018; veja cronograma

Agnaldo Araujo - - 694 views
Os celulares piratas serão bloqueados em 2018

Os consumidores que comprarem celulares não certificados a partir de maio do ano que vem terão seus aparelhos bloqueados. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estabeleceu um cronograma para bloquear os celulares piratas – isto é, que não tem homologação pela Anatel nem IMEI (International  Mobile Equipment Identity), um número que tem a mesma função do chassi de um automóvel. Cada celular tem um número de identificação único e global.

Para descobrir se o celular tem IMEI e é regular, basta discar *#06#. Se nenhum número aparecer, ou se o número que aparecer for diferente do que aparece na caixa do aparelho, o celular é falsificado. Os clientes que tiverem celulares piratas receberão mensagens de celular 90 dias antes do bloqueio.

Para consumidores do Distrito Federal e Goiás, os celulares piratas serão bloqueados a partir de 9 de maio. Para os clientes das Regiões Sul, Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a partir 8 de dezembro. Para a Região Nordeste e demais Estados do Norte e Sudeste, o bloqueio será a partir de 24 de março de 2019.

A estimativa da Anatel é que 1 milhão de aparelhos irregulares entrem na rede todos os meses. Apesar disso, os clientes que já adquiriram celulares falsificados não terão os aparelhos bloqueados. O bloqueio só será realizado para celulares sem IMEI que entrarem na rede no ano que vem, conforme o cronograma aprovado.

Os clientes que tiverem celulares piratas receberão mensagens de celular 90 dias antes do bloqueio. Para clientes do Distrito Federal e Goiás, a data limite para comprar um aparelho irregular sem risco de bloqueio é 21 de fevereiro. Para Sul, Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, 22 de setembro; e para Nordeste e demais Estados do Norte e Sudeste, a data limite é 6 de janeiro.

De acordo com a Anatel, celulares não homologados não seguem parâmetros de qualidade e segurança e não têm garantia. O bloqueio é parte do projeto Siga. Todos os celulares comprados a partir dessas datas e que possuem IMEI adulterado ou clonado ou que foram alvo de fraude serão bloqueados. (Link – Estadão).

Comentários pelo Facebook: