Ao votar em Gurupi, Carlesse critica campanha de ‘ataques e baixarias’ de Vicentinho

Agnaldo Araujo - - 576 views
Foto: Divulgação

Nielcem Fernandes // AF Notícias

O candidato a governador do Tocantins Mauro Carlesse (PHS) votou por volta das 10h30 no campus II do Centro Universitário Unirg em Gurupi, sul do Estado, cidade onde mora.

Ao lado de amigos, familiares e aliados políticos, o governador interino demonstrou confiança e disse que espera vencer para continuar trabalhando. “Nossa expectativa é boa, é positiva, acredito que a gente vai atingir nosso objetivo. E passando a eleição vamos mostrar que é possível fazer um trabalho com qualidade. É fundamental que o povo sinta o que estamos fazendo e tenha essa proximidade com a gente”, afirmou..

Após a votação, o atual governador disse à imprensa que a campanha do seu adversário no segundo turno foi caracterizada por ‘ataques e baixarias’.

Foi uma campanha muito corrida e teve alguns momentos que ficamos meio sentido devido aos muitos ataques e baixaria. Eu não esperava isso de um candidato com nível de senador com 30 anos na política e pensava numa campanha mais limpa com mais projetos. Cheguei a ficar muitas vezes assistindo o programa dele para ver seu eu copiava alguma coisa, mas infelizmente não deu para copiar nada porque só falava besteira”, declarou.

Mauro Carlesse acompanhará a apuração dos votos em sua residência em Gurupi junto de familiares e amigos.

CANDIDATO A VICE

O deputado estadual Wanderlei Barbosa (PHS), candidato a vice na chapa de Carlesse, votou por volta das 10h da manhã no Colégio Estadual Duque de Caxias, em Taquaruçu.

Acompanhado de amigos, familiares e apoiadores, o deputado disse estar confiante na vitória e falou sobre a estabilidade tão defendida durante a campanha.

“Trabalhamos com a comunidade tocantinense e percebemos o desejo de mudança. Uma série de fatores levou essa comunidade a entender a consistência que Carlesse trouxe ao estado”, disse.

Segundo Turno

Mais de 1 milhão de eleitores tocantinense estão aptos a votar nesse domingo (24) para escolher o novo governador do estado que ficará no cargo até o dia 31 de dezembro. Em outubro, o eleitorado volta as urnas para escolher novo governador para o mandato que tomará posse no dia 1º de janeiro 2019 para um mandado de quatro anos.

A votação acontecerá nos 139 municípios do Tocantins das 8 às 17 horas nas mais de 4.100 sessões espalhas de norte a sul do estado. A Eleição Suplementar foi convocada após a cassação do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice dele, Cláudia Lelis (PV) pelo TSE.

Comentários pelo Facebook: