Seet
Sobral – 300×100

Araguaína recebe 13 novos delegados e deve implantar Delegacia de Homicídios

Redação AF - |
Foto: AF Notícias
Novos delegados começam a trabalhar em Araguaína.

Márcia Costa //AF Notícias

A regional da Polícia Civil em Araguaína ganhou reforço na tarde desta quarta-feira (07) com 13 novos delegados que tomaram posse recentemente no concurso público realizado ainda em 2014, mas que estava paralisado há mais de dois anos. Os novos delegados foram apresentados pelo Delegado Regional Emerson Francisco de Moura e já começaram os trabalhos após conhecerem as instalações do Complexo de Delegacias.

Outros quatro novos delegados serão lotados em cidades da região norte do Estado, mas ainda não há data definida. Atualmente, grande parte das investigações de crimes estão prejudicadas por falta de efetivo policial em todas as áreas.

Segundo o delegado Emerson Moura, com a chegada dos novos delegados, a expectativa é que ainda em 2017 seja implantada em Araguaína duas delegacias especializadas: a de Homicídios e de Roubos e Furtos de Veículos.

Somente esse ano, quatro delegados que estão lotados no Complexo de Araguaína devem se aposentar. Antes da posse dos concursados, o Tocantins contava com 117 delegados, metade do efetivo necessário para atender os 139 municípios. Ao todo, serão 53 novos delegados.

Comprometimento e respeito ao cidadão

O secretário de Segurança Pública, César Simoni pediu comprometimento de todos os novos policiais civis com a população, sobretudo com o cidadão de bem, que é o destinatário das ações de Segurança Pública do Estado. Para o secretário, esse reforço na segurança pública do estado dará um salto de qualidade nas investigações e, consequentemente nas elucidações de crimes. “O cidadão tocantinense está carente de segurança. A população está carente de vocês”, declarou.

O Governo do Estado convocou, no último dia 12 de maio, 248 policiais sendo 53 delegados, 13 médicos-legistas, 35 peritos, 14 papiloscopistas, 63 escrivães, 44 agentes e 26 necrotomistas, que serão distribuídos em diversas cidades do Estado.

Violência no Tocantins

A Violência no Tocantins tem aumentado nos últimos anos, segundo o estudo elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), Atlas da Violência 2017. Entre 2005 e 2015, o número de homicídios no Brasil cresceu 22,7%, já no Estado cresceu 164,7%, o terceiro maior índice do País, perdendo apenas para os estados de Sergipe (167,6%) e Rio Grande do Norte (280,5%).

Comentários pelo Facebook: