Seet
Sobral – 300×100

Área pública objeto de doação em Araguaína está avaliada em mais de R$ 500 mil; vereadores decidem

Redação AF - - 761 views
Foto: Marcos Filho
Construções nas proximidades da Vila Lago, o futuro cartão postal de Araguaína

A Câmara Municipal de Araguaína aprecia em primeira votação, nesta segunda-feira (28), o projeto de lei de autoria do prefeito Ronaldo Dimas (PR) que propõe a doação de uma área pública ao CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. A proposta já foi alvo de críticas e alguns vereadores se manifestaram contrários, como Carlos Silva (PSDC) e Silvano do Picolé (PSC).

A área que será doada tem 1.760 metros quadrados e fica localizada em um dos setores mais valorizados da cidade, o Loteamento Mansões do Lago.

O tamanho equivale a pelo menos cinco lotes de 350 metros quadrados. A área estaria avaliada em R$ 250 mil, segundo a prefeitura.

Contudo, o vereador Carlos Silva (PSDC) acredita que o imóvel esteja avaliado em no mínimo R$ 500 mil. “Hoje, um lote nessa localidade não custa menos de R$ 100 mil. Num futuro muito próximo, com a inauguração da Via Lago, o futuro cartão postal da cidade, irá valorizar muito mais”, disse o parlamentar.

Para Carlos Silva, o CREA tem condições de comprar um imóvel para construir sua sede, já que possui orçamento de aproximadamente R$ 6 milhões por ano.

Outro contrário à doação é o vereador Silvano do Picolé (PSC). Para ele, há muitas entidades que desempenham papel social relevante em Araguaína e nunca conseguiram uma área para construir a sede. “Sou contra essa doação, pois temos que ajudar instituições que não têm condições financeiras de comprar uma área”, afirmou.

VEJA MAIS…

Dimas propõe doação de área pública no setor mais valorizado de Araguaína; vereador crítica

Comentários pelo Facebook: