Sobral – 300×100
Seet

Assaltantes armados mantêm cerca de 14 pessoas reféns nas Casas Bahia; PM age rápido e impede fuga

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Homens foram presos enquanto tentavam fugir pelo teto da loja.

Assaltantes ousados invadiram as Casas Bahia de Araguaína e mantiveram cerca de 14 funcionários reféns, trancados em uma sala do estabelecimento. O fato ocorreu no início da noite desta sexta-feira (26/08). A loja fica localizada na principal avenida comercial da cidade, a Cônego João Lima.

A Polícia Militar informou que recebeu informações do roubo por volta das 19 horas. Imediatamente os militares se deslocaram para o local e encontraram uma situação tensa, com vários reféns, inclusive clientes, trancados no escritório da loja, que fica no piso superior, e assaltantes armados. Lá, os bandidos recolherem objetos e dinheiros.

Conforme a PM, os assaltantes ao perceberem a presença da polícia tentaram empreender fuga, mas as guarnições agiram rápido fechando o cerco nas imediações, juntamente com a Força Tática, e conseguiram capturar os suspeitos.

Foram presos Invaclenyo Sá de Araújo, de 23 anos, e Gilvan Pereira da Silva, de 33 anos, ambos do Maranhão, natural de Caxias e Bacabal, respectivamente. Um terceiro suspeito conseguiu fugir.

Segundo investigações, os homens estavam hospedados em um hotel da cidade desde a última quarta-feira, e ingressaram na loja quando os funcionários se preparavam para baixar as portas. Um dos comparsas ficou dentro do carro do lado de fora.

Segundo informações, a polícia tomou conhecimento da ação através do sistema eletrônico de videomonitoramento da loja. A dupla foi presa tentando fugir pelo teto da loja. O terceiro assaltante fugiu em um veículo Honda Civic, branco, com placas de Santa Inês, também Maranhão.

Com os autores foram encontrados um revólver calibre 38 com quatro munições intactas, uma pistola calibre 765 com um carregador com nove munições calibre 32, R$ 604,00 em dinheiro e objetos diversos.

Os homens, as armas de fogo e os materiais apreendidos foram apresentados à Central de Flagrantes para as providências cabíveis.

Foto: Divulgação
Material recuperado pela Polícia Militar.

Comentários pelo Facebook: