Seet
Sobral – 300×100

Assembleia faz licitação de R$ 250 mil para comprar artigos de decoração, móveis e tapetes de alto padrão

Redação - |
Foto: Divulgação
Casa de Leis gastará mais de R$ 250 mil em artigos de decoração

Cinco dias depois de ter aprovado o remanejamento de verbas que retira R$ 45 milhões da duplicação da rodovia TO-222, a Assembleia Legislativa (AL) lança um edital de licitação, modalidade pregão, para comprar artigos de decoração.

O gasto estimado pela Casa de Leis é de R$ 252.425,44 conforme o edital. Também segundo o termo, que pode ser acessado clicando aqui, a AL pagará os materiais em apenas uma parcela se os artigos estiverem em pleno acordo com as especificações do edital.

O documento, aprovado pelo presidente e ordenador de despesas da AL, Mauro Carlesse (PHS), justifica a compra afirmando que a aquisição é para “substituir as peças antigas, renovar e redecorar os ambientes do gabinete para que se adeque às necessidades da presidência de recepção de convidados e autoridades, de acordo com suas necessidades’, detalha.

Além do valor e o motivo da compra, o edital também especifica que os tapetes de decoração devem ser em fio egípcio e em fio de ceda, além de enumerar as marcas preferidas pela Casa de Leis para compor o ambiente. Saccaro, Tissot, Nattuzzi são algumas delas. O termo também destaca que a AL aceita alguma outra de qualidade superior.

O OUTRO LADO

Em nota oficial enviada à imprensa, a AL esclareceu que a substituição dos móveis é pertinente já que eles têm mais de uma década de uso. De acordo com a assessoria da Assembleia, a instituição funciona permanentemente como representação da força da democracia brasileira e precisa dispor de locais respeitáveis.

Por fim, a Assembleia justifica que sobre a qualidade dos artigos solicitadas no edital entende-se alta qualidade para suportar o período de uso de mais uma década.

Atualizada às 17h48.

Comentários pelo Facebook: