Seet
Sobral – 300×100

Assessores do presidente da AL custam R$ 360 mil por mês aos cofres públicos

Redação AF - | - 610 views
Foto: Divulgação
Presidente Mauro Carlesse tem 106 assessores à sua disposição.

O Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Tocantins voltou a disponibilizar, nesta quinta-feira (28), as informações referentes à lista de servidores com seus respectivos salários lotados nos gabinetes dos 24 deputados estaduais.

Depois de quase 30 dias fora do ar para manutenção, o que não mudou foi o número de assessores parlamentares de cada deputado.

O presidente da Assembleia, deputado Mauro Carlesse (PHS), por exemplo, permanece com 106 assessores. São 31 disponíveis na cota de presidente e mais 75 na cota de deputado. O gasto total, apenas com salário, soma quase R$ 360 mil mensais.

Todos os assessores ocupam cargos em comissão, com salários de R$ 11,2 mil (assessor jurídico da presidência); R$ 7,6 mil (assessor especial); R$ 5,9 mil (assistente de gabinete); R$ 4,8 mil (assessor parlamentar), entre outros. Bruto, o salário dos 31 assessores da cota presidencial somou R$ 139.585,02 no mês de agosto.

Além desses, o presidente da Assembleia Legislativa ainda tem uma cota de 75 assessores, que está integralmente preenchida, a um custo bruto mensal de R$ 227.232,39. Maioria é nomeado como assessor parlamentar, cujo salário é de R$ 2,1 mil. Mas há quem ganha R$ 7,6 mil como assessor especial e R$ 5,4 mil como assessor das comissões.

Apenas no mês de agosto, a Assembleia gastou R$ 10.990.406,38 com o salário dos 2.062 servidores da Casa.

Comentários pelo Facebook: