Seet
Sobral – 300×100

Avó do ministro do Planejamento morre em Araguaína aos 86 anos após parada respiratória

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Avó do ministro Dyogo Oliveira

A avó do ministro do Planejamento do governo Temer, Dyogo Oliveira, morreu por volta das 07h45 da manhã desta terça-feira (04), em Araguaína (TO). Valdelice Rodrigues de Sousa faleceu aos 86 anos de idade. Ela é natural de Mairi (BA), mas morava em Araguaína há 36 anos.

A causa da morte foi uma parada respiratória decorrente de septicemia (contaminação em várias partes do corpo) causada por uma infecção urinária. Valdelice Rodrigues era divorciada e estava internada em um hospital particular da cidade.

A avó do ministro tinha 3 filhos, 11 netos e 8 bisnetos. O velório está sendo realizado na rua C, número 201, no setor rodoviário, em Araguaína. O enterro está previsto para ocorrer nesta quarta-feira (05), as nove horas da manhã, no cemitério São Lázaro.

O ministro não está no Brasil. De acordo com a agenda oficial, as 08h30 da manhã desta terça-feira ele teve um reunião em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. As 12 horas ele retornaria para Brasília, onde realizaria alguns despachos internos as 16 horas.

Nota de pesar

A prefeitura de Araguaína lamentou a morte de Valdelice Rodrigues e destacou o seu pioneirismo. A nota é assinada pelo prefeito Ronaldo Dimas (PR). “Uma mãe dedicada e uma avó carinhosa”, afirma a nota.

“Reiteramos respeito e solidariedade aos familiares e amigos. Que Deus dê força e sabedoria para superar a dor neste momento“, finaliza.

Comentários pelo Facebook: