Avô é condenado a 14 anos e meio por matar namorado da neta a golpes de facão

Agnaldo Araujo - |
Fotos: Folha do Bico
O julgamento foi em Araguatins

Márcia Costa//AF Notícias

O lavrador Erivan Rodrigues da Silva, acusado de matar o namorado da própria neta, foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão. A condenação saiu na noite de quarta-feira (19), durante júri popular em Araguatins.

O lavrador é acusado de matar a golpes de facao um adolescente de 16 anos. Ele teria cometido o crime por não aceitar o relacionamento da vítima com a neta, que tinha apenas 11 anos de idade na época.

O crime aconteceu em maio de 2016 na cidade de Buriti do Tocantins. A vítima, Thiago Gomes Santana, foi ferido com golpes de facão no tórax, abdômen e no braço. O acusado fugiu, porém acabou sendo encontrado numa casa próximo ao local do crime.

Familiares e amigos da vítima colocaram várias faixas em frente ao Fórum da cidade e pediram por justiça. O júri popular entendeu que o réu cometeu o homicídio qualificado por motivo fútil. A pena foi fixada em 15 anos e seis meses de reclusão, mas por causa da confissão do lavrador, teve diminuição de um ano.

Erivan Rodrigues terá que cumprir o total de 14 anos e seis meses de prisão. O acusado poderá recorrer da decisão.

Comentários pelo Facebook: