Azul só depende do interesse do Governo para voltar a operar no Aeroporto de Araguaína

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Azul Linhas Aéreas

Gestores públicos do Tocantins participaram de um encontro com a diretoria da companhia Azul Linhas Aéreas, na última quarta-feira, 8, em Campinas (SP).

A reunião foi articulada pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) com a notícia de que a Azul deve expandir sua malha aérea com, pelo menos, 26 novas rotas. Um dos possíveis destinos é o Aeroporto de Araguaína (TO), mas a companhia aguarda um posicionamento favorável do Governo do Estado.

No encontro, os dirigentes municipais puderam iniciar um diálogo com a presidência da companhia e participar de palestras técnicas e sociais.

Estiveram presentes também representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Na oportunidade, os 25 prefeitos convidados acompanharam palestras sobre condições necessárias e perspectivas para expansão da malha aérea da companhia, também financiamento da infraestrutura aeroportuária e homologação de aeroportos regionais. O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, também esteve presente.

Posicionamento do Governo do Estado

Junto ao Governo Estadual, Dimas articula uma diminuição do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no combustível de avião, para que a queda da taxa estimule a aviação no Tocantins. “A Azul é uma das empresas que aguarda essa postura do Estado. Estamos no caminho para conseguir essa mudança e incentivar a nova rota área”, afirma o prefeito de Araguaína.

Caso o Governo faça a redução do imposto, a empresa pretende voltar a operar em Araguaína. Atualmente, apenas a Passaredo oferta um único voo diário com destino a Palmas.

A carência na oferta regular de voos com destino às principais cidades das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste é um principais problemas para a atração de grandes empresas que pretendem investir no norte do Tocantins.

Vários Estados estão aderindo à redução do ICMS para atrair as companhias aéreas. Quando mais voos ofertados, maior a redução de impostos.

Obras do Aeroporto de Araguaína

O Aeroporto de Araguaína está prestes a receber ampliação da pista, novos equipamentos e melhoria da infraestrutura, para comportar aeronaves maiores e operar mais voos. Com investimento de R$ 49 milhões, proveniente de convênio firmado com o Governo Federal em dezembro de 2017.

As últimas audiências de conciliação para desapropriação e desocupação dos lotes impactados com a ampliação estão sendo realizadas nesta semana. Os projetos técnicos para expansão já aguardam aprovação da Secretaria de Aviação Civil (SAC).

Participantes

Além de Dimas, foram convidados os prefeitos de Atibaia (SP), Araguaína (TO) Bagé (RS), Balsas (MA), Barretos (SP), Caçador (SC), Caruaru (PE), Catalão (GO), Franca (SP), Guanambi (BA), Guarapuava (PR), Itaituba (PA), Linhares (ES), Macaé (RJ), Mossoró (RJ) Paranaguá (PR), Pato Branco (PR), Ponta Porã (MS), Sant’Ana do Livramento (RS), Santos (SP); Serra Talhada (PE); Sobral (CE), Tangará da Serra (MT), Teófilo Otoni (MG) Toledo (PR) e Umuarama (PR).

Comentários pelo Facebook: