Sobral – 300×100
Seet

‘Bandido não vai se criar ou contar vantagem no Tocantins’, afirma Kátia, pré-candidata ao governo

Camylla Costa - - 870 views
Foto: Divulgação
Ministra criticou Marcelo e fez promessas aos líderes do Bico

“Eu posso usar saia, mas sou muito mais macho do que muitos homens do Tocantins. Bandido aqui não vai se criar ou contar vantagem”.  Este foi o teor do discurso feito pela senadora Kátia Abreu (PMDB), que também é pré-candidata ao governo do Estado, em um encontro de lideranças políticas da região do Bico do Papagaio.

Ao analisar a atual situação da segurança pública do Tocantins, Kátia fez duras críticas ao atual governador Marcelo Miranda (PMDB) e disse que a bandidagem está tomando conta do Estado por falta “pulso firme”.“Um Governante tem agir igual uma mãe faz com o filho. Me dê mais um tapa que você vai levar três. É assim que se fala com bandido, com pulso firme, autoridade total em cima dessa bandidagem”, afirmou.

As críticas da senadora não pararam por aí. Na ocasião, ela disse que o atual Governo do Estado é ‘frouxo’ e que os bandidos sabem disto. “Bandido se ver que o governador é frouxo ele pula pra dentro daquele estado. Vem pra dentro com todo gás pra roubar, traficar, assaltar banco, matar e nós não temos uma palavra desse governo contra esse bandalho de bandidos, traficantes que estão tomando conta do Tocantins”, pontuou.

Também nesta reunião política, a senadora e pré-candidata fez promessas à população tocantinense. Segundo ela, em seu possível governo, bandidos não prosperarão e muito menos ficarão no Estado.

Este discurso feito pela senadora foi proferido a aproximadamente a 700 líderes de 25 municípios da região. O evento aconteceu no sábado (07) na fazenda do empresário Edson Tabocão, em Araguatins.

Kátia também já esteve na região Sudeste, em Dianópolis, no Sul, em Gurupi, e no Norte, em Araguaína, conversando com líderes políticos sobre o mesmo assunto.

SAÚDE

Além de cobrar investimentos para a segurança pública do Estado, a senadora também disse que saúde tocantinense precisa de atenção. “Não está sobrando um real para fazer o Hospital de Araguatins, para terminar rápido o Hospital de Augustinópolis, comprar equipamentos para à Polícia Civil e Militar. Não estamos tendo investimentos no Tocantins, não sobra dinheiro pra nada. Então isso não pode mais continuar. Nós precisamos de gestão eficiente”, cobrou Kátia Abreu.

Comentários pelo Facebook: