Sobral – 300×100
Seet

Bebê de apenas oito meses morre em Araguaína com suspeitas de maus tratos

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Momento em que o IML estava na residência onde a criança morava

Uma criança de apenas oito meses, morreu na madrugada desta quarta-feira (02/03), na Vila Canaã, em Araguaína (TO). Há suspeitas de que maus-tratos, supostamente praticados pelos pais, tenham sido a causa da morte do pequeno João Marcos Luz Alves.

Embora a morte tenha ocorrido por volta das 3h, a Polícia Militar foi acionada somente às 8h para atender a ocorrência.  A assessoria do 2º BPM confirmou que recebeu denúncia anônima informando que a causa da morte seria por maus tratos. Porém, nenhuma testemunha se apresentou ao militares que estiveram no local. A mãe da criança, uma jovem de 23 anos,  negou que o filho tenha sofrido agressões.

A delegada da Polícia Civil (PC)  Verônica Tereza de Carvalho esteve no local e afirmou que, a princípio, trata-se de uma “morte violenta”, cuja causa será investigada. Para a delegada, as versões apresentadas pelos pais da criança são conflitantes. Até o início da tarde, o casal permanecia detido na Delegacia de Plantão, prestando esclarecimentos sobre o caso. A delegada afirmou que há indícios suficientes para que ambos sejam autuados pela morte do bebê.

 

Sobre a demora para acionar a polícia, a mãe relatou que ligou no 190 durante a madrugada, quando a criança estava passando mal e foi orientada a acionar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Este, segundo ela, chegou na casa 30 minutos depois, quando a criança já havia morrido. Ela também disse que havia levado a criança na UPA há oitos dias, pois estava com diarreia.

O corpo foi recolhido e levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína. Somente o laudo vai indicar a causa da morte. Conforme Laudo do IML, o corpo do pequeno João Marcos apresenta vestígios de maus tratos, caracterizados por cicatrizes, contusões e esquimoses na região do abdome, tórax e cabeça. (Com informações Araguaína Notícias).

Pai da criança
Mãe da criança

 

Comentários pelo Facebook: