Bebê que morreu com intestino perfurado pode ter sido estuprada pelo avô, dizem pais

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Hospital onde a menina morreu

Os pais da menina de 1 ano e 11 meses que morreu no Hospital Municipal de Colinas do Tocantins devido a um suposto estupro suspeitam que o avô paterno tenha praticado o crime.

Segundo a ocorrência da Polícia Militar, a menina foi encaminhada ao hospital na noite dessa segunda-feira (02), mas morreu horas depois, na madrugada desta terça-feira (03). Ela estava com o intestino perfurado e hematomas nas partes íntimas. A família mora em Couto Magalhães.

A Polícia Militar foi acionada por uma médica da unidade por volta da meia noite. A profissional relatou que a criança chegou ao hospital acompanhada dos pais e, ao examiná-la, verificou que ela estava com um sangramento na região anal e com um grande hematoma.

Diante da situação, o Conselho Tutelar e o delegado de Polícia Civil foram acionados para tomarem as providências cabíveis ao caso. A PM disse que não confirmou a autoria do crime. A investigação está em sigilo.

Comentários pelo Facebook: