Câmara de Araguaína celebra 15 anos da UFT e homenageia atuação da Defensoria

Agnaldo Araujo -
Foto: Charles Michae
A Câmara homenageou a UFT e a Defensoria Pública

Esta semana foi marcada por homenagens na Câmara Municipal de Araguaína. Durante a sessão dessa segunda feira (14), houve a comemoração dos 15 anos de criação da Universidade Federal do Tocantins, instituída pela Lei 10.032 e com efetiva implantação a partir do dia 15 de maio de 2003.

De acordo com o professor doutor José Manoel, diretor do campus da UFT de Araguaína, o processo de criação e implantação da UFT representa uma grande conquista para o povo tocantinense.

Ele destacou o trabalho que a universidade vem realizando em todo o Estado com seus 18.581 alunos nos 64 cursos de graduação e 1.303 alunos nos 37 cursos de pós-graduação, entre mestrados profissionais e acadêmicos, doutorados e mestrados e doutorados em rede.

José Manoel também afirmou que o curso de medicina da UFT em Araguaína deverá funcionar a partir de agosto deste ano.

Agradecimento e objetivo

Em nome do reitor da UFT, o professor doutor Luis Eduardo Bovolato, o diretor agradeceu o empenho do vereador Marcus Marcelo (PR) em colaborar no processo de implantação do curso de medicina em Araguaína.

O parlamentar já foi com o reitor até Brasília, convidado pelo senador Vicentinho Alves (PR), despachar com o ministro da Educação situações que estavam paradas e impediam a instalação do curso.

O vereador agradeceu as palavras do diretor e disse que está muito feliz em fazer parte desse momento e colaborar com a implantação do curso de medicina no campus de Araguaína.

José Manoel disse ainda que o objetivo da universidade é tornar-se reconhecida até 2022, sendo uma instituição de excelência no campo da pesquisa e extensão. O diretor finalizou enfatizando a importância de se investir na educação. “Investir na educação é um dever, pois é na educação e com a educação que o Brasil irá crescer e se desenvolver”, afirmou.

Os vereadores parabenizaram a UFT em reconhecimento da sua importância no Estado e no processo de formação de profissionais e cidadãos conscientes formadores de opinião.

O diretor do campus de Araguaína estava acompanhado do professor doutor Francisco Edviges Albuquerque, da coordenadora e alunos da Universidade da Maturidade.

Foto: Charles Michae
Diretor da UFT de Araguaína, José Manoel, e vereadores

Defensoria Pública

Já a sessão dessa terça feira (15) homenageou a Defensoria Pública do Estado do Tocantins em reconhecimento ao trabalho realizado por defensores e servidores. A sessão contou com a presença das defensoras públicas Alana Menezes Aurélio e Michele Vanessa do Nascimento; dos defensores Luís da Silva Sá, Rubismark Saraiva Martins e Sandro Ferreira Pinto, e de servidores da instituição na cidade.

O defensor público Rubismark Saraiva representou os colegas na sessão e fez uma larga explanação do trabalho feito pela defensoria em todo o Estado. Ele citou diversos casos e situações que foram solucionados por interferência e participação da defensoria pública. Também enfatizou que a defensoria é um órgão independente, mas essencial ao funcionamento jurisdicional.

O defensor destacou também que a Defensoria Pública se assemelha muito ao trabalho da Câmara, “Não há um poder que escute mais os clamores da sociedade como o Poder Legislativo”, finalizou.

O vereador Marcus Marcelo e demais vereadores também parabenizaram os defensores pelas ações realizadas em todo o Estado.

Foto: Charles Michae
Defensores públicos e servidores da DPE presentes na sessão

Comentários pelo Facebook: