Sobral – 300×100
Seet

Caravana do governador elege Olyntho como ‘Judas’ do empréstimo de R$ 600 milhões e faz duras críticas

Redação AF - | - 900 views
Foto: Fernando Almeida
Olyntho Neto foi alvo de críticas diretas e indiretas na visita do governador.

A visita do governador em Araguaína, nesta sexta-feira (23), se transformou na tradicional ‘malhação de Judas’.  Curiosamente, nada remeteu ao personagem bíblico que traiu Jesus com um beijo em troca de 30 moedas.  Mas ao deputado estadual Olyntho Neto (PSDB), escolhido para ser malhado por ‘amarrar’ um dos projetos do empréstimo de R$ 600 milhões na Assembleia.

Único deputado araguainense ausente, Olyntho sequer teve o nome citado pelo cerimonial ou por oradores. Mas o bloco de Araguaína, que apoia o governador, não economizou palavras, indiretas ou alfinetadas para malhar o jovem parlamentar conterrâneo.  Até Marcelo Miranda fez um desabafo, disse que nada justifica um projeto de lei ficar sete meses na Assembleia e que tudo tem limite.

Lázaro

Sem citar nome, o deputado federal Lázaro Botelho (PP) insinuou que enquanto cinco parlamentares de Araguaína correm atrás do empréstimo, Olyntho  é o único que quer atrapalhar. “Eu acho isso uma indecência, porque estamos aqui é para ajudar todo o nosso Estado. Enquanto os deputados federais estão correndo para trazer os benefícios, tem deputado querendo atrapalhar ele [Governador]. Isso não tem cabimento”, alfinetou.

César Halum

O deputado federal César Halum (PRB) defendeu urgência na ‘desamarração’ dos Projetos. Também citou que há ‘três deputados’ – Elenil, Valderez e Jorge – que compraram a briga pelo empréstimo. Não citou o nome de Olyntho, mas criticou deputado que “só olha para o próprio umbigo”.   “Que bobagem é essa?  Então isso aí é política pura. É atrapalhar para ver quanto pior, melhor”.

Valderez

A líder do Governo na Assembleia,  deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP),  sem citar nome, alfinetou o conterrâneo. “Vamos conseguir esse empréstimo, governador.  Porque não pode ser uma decisão monocrática. É uma decisão de 24 e a maioria vai decidir”.

Jorge Frederico

Excluindo Olyntho, o deputado Jorge Frederico (PSC) disse que três parlamentares de Araguaína estão em “estado de alerta”. “Nós, eu Jorge, Elenil e Valderez, vamos estar vigilantes e fazer o que puder para que esse empréstimo seja aprovado”.

Elenil

Já o deputado estadual Elenil da Penha (PMDB) frisou que não aceita tirar recursos de Araguaína para outra cidade. Também excluindo Olyntho, disse que independente de divergências políticas, três deputados estão unidos por Araguaína.

– “Nós não podemos perder. É preciso que Araguaína possa reagir nessa direção. É preciso acompanhamento de todos cidadãos de Araguaína. Na construção do debate da Assembleia Legislativa, em alguns momentos podemos até divergir. Mas quando se trata de Araguaína, senhora e senhores, Jorge,  Elenil e Valderez tem estado presente permanentemente”.

Marcelo Miranda

Por último, o governador Marcelo Miranda fez seu desabafo e disse que tudo tem limite. Além disso, frisou que três deputados de Araguaína – Valderez, Jorge e Elenil – são dignos de aplausos. “Chegamos ao limite. [Diante] do que está acontecendo [crise] no país, temos que unir todas as forças. Eu cheguei no limite. Aqui eu louvo a parceria de todos que estão na defesa da comunidade”, desabafou o governador.

Olyntho se defende

Em vídeo divulgado recentemente, Olyntho Neto defendeu que o Projeto precisa de “amarras” para evitar desperdício de dinheiro. Ele lembrou que o primeiro financiamento do Hospital Geral de Araguaína (R$ 160 milhões) foi usado em lama asfáltica.

Do total de R$ 600 milhões, o montante de R$148 milhões será destinado à Araguaína: HGA (50 milhões), duplicação de 18 km da TO-222 (R$ 86, 5 milhões) e  R$ 11,5 milhões para pavimentação de 28 km da TO-243, que dá acesso ao povoado Mato Verde. (Fonte: Araguaína Notícias)

Comentários pelo Facebook: