Carlesse promete regularizar pendências do Governo do Estado com policiais civis

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Participantes do encontro

O governador em exercício, Mauro Carlesse (PHS), se reuniu com representantes do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Tocantins (Sindepol) e Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) e sinalizou positivamente no sentido de regularizar algumas pendências do Governo com a categoria.

O encontro ocorreu nessa segunda-feira (30) e também compareceram o presidente da Federação Interestadual dos Policiais Civis da Região Centro-Oeste e Norte (Feilpol) e da Federação das Associações dos Policiais Civis do Tocantins (Feapol) e o presidente da Associação dos Escrivães de Polícia do Tocantins.

A reunião foi intermediada pela deputada Professora Dorinha e os temas em discussão foram as leis 2851/14 e 2853/14. A parlamentar foi apoiada pelos secretários Deusiano Amorim, da Segurança Pública, e Rolf Vidal, da Casa Civil.

Na oportunidade, o presidente do Sindepol, Mozart Felix, e do Sinpol, Ubiratan Rebello, fizeram uma explanação sobre as leis que não foram cumpridas no governo passado. Também falaram sobre as greves e judicializações de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade e Ação Civil Pública, ambas movidas contra a categoria.

Sensibilizado com o transtorno causado pelo não cumprimento das leis no âmbito da Polícia Civil nos últimos quatro anos, o governador Mauro Carlesse determinou de imediato o levantamento de informações detalhadas sobre o caso. Uma nova reunião deverá ocorrer nos próximos dias.

O presidente do Sindepol disse que está confiante quanto a esse novo governo. “O governador se comprometeu a pagar a indenização dos delegados de polícia em dia e fazer o possível para quitar as verbas que estão em atraso. Isso é um grande avanço para a categoria,” afirmou Mozart Felix.

(Ascom – Sindepol)

Comentários pelo Facebook: