Sobral – 300×100
Seet

Carros “fumacê” estão em Araguaína para combate ao mosquito Aedes aegypti

Redação AF - |
Foto: Prefeitua
Carros "fumacê" estão em Araguaína para combate ao mosquito Aedes aegypti

Intensificando as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, a Prefeitura de Araguaína em parceria com o Governo do Estado, começa a pulverização de inseticida com dois carros fumacê das 17 às 21 horas e durante a madrugada. Os primeiros bairros a receber as equipes são São João, Araguaína Sul e Centro.

O secretário de Saúde, Jean Coutinho explica que esta é mais uma ação da Campanha Araguaína Contra a dengue. “Dentre as ações estamos confeccionado armadilhas, fumacê e temos equipes de agentes de endemias nas ruas, que além do trabalho de rotina, orientam sobre cuidados que todos devem ter para não contrair doenças”, disse.

Portas e janelas abertas
De acordo com o superintendente de Vigilância de Saúde do Município, Eduardo de Freitas, a responsabilidade aumentou. “Antes a preocupação maior era com a dengue, agora que sabemos de riscos com outras doenças estamos intensificado ainda mais as ações. A comunidade precisa estar atenta e nos ajudar neste trabalho, quando o fumacê estiver passado deixar portas e janelas das casas abertas”, explicou.

O superintendente destacou ainda a importância da colaboração da comunidade em manter os quintais limpos. “O inseticida pulverizado pelo fumacê não mata as larvas do mosquito. A eliminação dos criadouros precisa ser constante, não deixando acumular água parada em pneus, latas, vasos de plantas ou outros recipientes”, completou.

Foto: Prefeitura

Focos em Araguaína
Em Araguaína, já foram localizados 6.926 mil focos. O bairro com o maior números de focos encontrados é o São João, seguido dos setores Nova Araguaína (849) e Araguaína Sul (558). Esses setores são classificados como vulneráveis e dentro dos problemas encontrados estão a aglomeração de lixo em terrenos baldios e locais onde o acesso das equipes de saúde é dificultado.

Fumacê
De acordo com o Ministério da Saúde (MS), a aplicação de inseticidas para o controle e combate de doenças só deve ser realizada por equipes de vigilância das secretarias estaduais e municipais de Saúde, que são treinadas para o manuseio seguro dos produtos.

Comentários pelo Facebook: