‘Cemitério’ de veículos às margens de avenida preocupa moradores em Araguaína

Agnaldo Araujo - | - 886 views
Foto: Divulgação
Veículos abandonados na Avenida Filadélfia

Muitos veículos estão abandonados há alguns anos às margens da Avenida Filadélfia, no perímetro urbano da TO-222 em Araguaína, e moradores estão preocupados, pois as carcaças podem abrigar criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana.

Os veículos estão nos dos dois lados da avenida, nos setores Jardim das Flores e Tocantins, já na saída para Filadélfia. Alguns ficam no canteiro da rodovia e em frente a pontos comerciais e residências.

A preocupação dos moradores é com o acúmulo de água nas latarias dos veículos em decorrência das chuvas, tornando-se criadouros do mosquito, além do incômodo causado à vizinhança pela visão nada agradável do ‘cemitério’.

Em nota, a Prefeitura de Araguaína disse que já notificou o dono de dois veículos às margens da Avenida Filadélfia e estabeleceu o prazo até esta quinta-feira (1º) para a remoção. Caso contrário, os carros serão guinchados e levados ao pátio do Sistema Integrado de Pátio de Araguaína (SIPAR).

Já sobre os demais veículos, a prefeitura informou que o local onde eles estão trata-se de uma propriedade particular. E acrescentou que fiscaliza frequentemente os pontos estratégicos onde não é possível a remoção dos veículos ou cobertura do ambiente.

A prefeitura destacou que Agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) fazem o tratamento com larvicida a cada 15 dias, além de realizar visitas rotineiras em domicílios, estabelecimentos comerciais e prédios públicos. “A multa por descumprimento das notificações é de R$ 500 a R$ 50 mil”, destacou.

Comentários pelo Facebook: