Sobral – 300×100
Seet

Cenário político é favorável à candidatura de Ronaldo Dimas ao Senado Federal, avalia jornalista

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Prefeito Ronaldo Dimas

Alberto Rocha // Jornalista

OPINIÃO – O jeito dele de administrar não agrega a unanimidade. Longe disso.  Uns gostam, outros não. Essa relação de amor e ódio lembra a famosa frase que ditou os rumos da Ditadura Militar Brasileira: “Brasil, ame-o ou deixe-o”. Com Ronaldo Dimas, prefeito de Araguaína, também é assim.

Gostando dele ou não, uma coisa está clara: Ronaldo Dimas, até agora, vem dando demonstração de que sabe fazer a coisa certa na condução dos destinos do Município. Não foi à toa que conseguiu arrancar o segundo mandato, quando muitos acreditavam numa eventual  derrota, puxada por algumas medidas impopulares a que foi obrigado a implantar durante sua primeira gestão. Mesmo tendo enfrentado dificuldades durante a primeira gestão, com greves, manifestações e impopularidade, Dimas sobreviveu e conseguiu a reeleição, abrindo caminho para fazer o sucessor.

Calado como uma coruja, Dimas sabe aonde quer chegar. Aos poucos, ele vai ditando o ritmo da carruagem que o levará a uma possível candidatura ao Senado Federal. Para muitos, a locomotiva eleitoral rumo a Brasília já começou a andar e sem nenhum sinal de que pretende parar.

Tinhoso, metódico e avesso a barulho, Ronaldo Dimas  é daqueles que conseguem dormir enquanto o mundo está acabando,  trabalha em silêncio, como manda a cartilha mineira. Pessoas próximas ao prefeito dizem que ele prefere resultados a foguetes, atitude que o faz diferenciar de muitos políticos que administram mais preocupados em fazer  barulho.

Dimas também  não é adepto  de afagos nem  de bajulações, tampouco  cede facilmente  a pressões de quem quer que seja, osso duro de roer. Talvez seja aí que resida seu calcanhar de Aquiles. Por não ceder com facilidade a pedidos políticos, ele consegue atrair certo descontentamento, principalmente de vereadores e deputados. Mas faz a máquina andar com facilidade.

Desde quando assumiu a prefeitura, Dimas nunca atrasou pagamento do servidor, mesmo com a crise financeira. Além do mais, Dimas já foi deputado federal, secretário estadual das cidades e presidente da Federação das Indústrias do Tocantins – FIETO, cargos que podem ajudar a empurrar o prefeito para uma candidatura ao Senado.

Sabe-se também que há outros pretensos nomes conhecidos em Araguaína que almejam dar o mesmo salto rumo ao Senado Federal, mas todos estão em queda livre e sem nenhum colchão pela frente para amortecer o tombo da pretensa aventura. Por enquanto, nenhum de prováveis nomes parece ser páreo para Dimas, que tem o mandato e a máquina na mão, além de já ensaiar uma provável aliança com o governador Marcelo Miranda, o que abriria as portas para a formação de um chapão.

Com qualidades ou defeitos e  sem querer querendo, hoje Ronaldo Dimas  é o principal nome  no Estado para ocupar uma vaga no Senado federal. Isso é fato. Mas, mesmo como  favorito na bolsa de apostas, é sempre bom usar a cautela, pois, apesar de bem cotado, Dimas não pode dar espaço para surpresas. Fator surpresa costuma ser cruel e decisivo com aqueles que são pegos com as calças nas mãos.

Caso Ronaldo Dimas almeje mesmo chegar lá, precisa ligar logo a locomotiva, a viagem é longa. Além disso, está na hora também de usar a comunicação a seu favor. Caso contrário, corre o sério risco de acertar no travessão ou de ser pego de surpresa na própria cozinha de casa.

É isso aí. Como disse meu professor: “Sorte é o que acontece quando a preparação encontra a oportunidade”.

Comentários pelo Facebook: