Sobral – 300×100
Seet

Ex-funcionários da Fundação Restaurar cobram salário de dezembro e acerto trabalhista

Agnaldo Araujo - | - 949 views
Foto: Divulgação
A prefeitura de Araguaína ainda não repassou o valor referente ao acerto trabalhista

Márcia Costa//AF Notícias

Centenas de ex-funcionários da Fundação Evangélica Restaurar ainda não receberam o pagamento dos dias trabalhados em dezembro de 2016 e nem o acerto trabalhista. Segundo a Fundação, a Prefeitura de Araguaína ainda não efetuou o repasse total que falta referente ao valor do pagamento para todos os demitidos.

A Prefeitura já repassou à Fundação o valor de R$ 1,8 milhões, que foi referente ao pagamento do salário dos trabalhadores. Agora, o repasse da Prefeitura de Araguaína será de mais de R$ 2 milhões para o acerto trabalhista. O atraso no pagamento aconteceu devido a uma decisão do Tribunal de Justiça do Tocantins que determinou o bloqueio de valores depositados nas contas bancárias da Fundação para pagar os funcionários que prestam serviço na Prefeitura de Miracema.

O contrato da Prefeitura de Araguaína com a Fundação Restaurar já foi rescindido no dia 14 de dezembro. Os funcionários demitidos chegaram a fazer uma manifestação às vésperas do natal para cobrar o pagamento.

A Fundação Restaurar espera que até a próxima semana seja efetuado o pagamento proporcional de dezembro para todos os funcionários. Sobre a rescisão do contrato de trabalho, a Fundação informou que ainda aguarda a decisão da justiça.

Em nota, a Prefeitura de Araguaína disse que está com dificuldades para pagar aos ex-funcionários os dias trabalhados de dezembro devido ao bloqueio judicial da fundação, mas garantiu que cumprirá sua obrigação. Já os valores referentes aos direitos trabalhistas dos colaboradores da Restaurar só poderão ser pagos após o desbloqueio.

Investigada

A Fundação Restaurar está sendo alvo de investigações do Ministério Público Estadual (MPE) por suspeita de irregularidades, entre elas o superfaturamento de preços em relação aos serviços que foram prestados.

Veja mais

Ex-funcionários da Fundação Restaurar fazem protesto para cobrar 13º e salário de novembro

Problema judicial com Fundação Restaurar impede repasse para pagar funcionários; dinheiro está na conta da Prefeitura

Prefeitura de Araguaína paga ex-funcionários da Fundação Restaurar; repasse foi de R$ 1,8 milhão

Comentários pelo Facebook: