Seet
Sobral – 300×100

Araguaína recebe investimento de R$ 1,2 milhão na construção do Centro de Tratamento de Dependentes Químicos

Redação AF - |
Foto: Marcos Filho
A casa abrigará 32 internos em situação de vulnerabilidade social, decorrente do uso de drogas

O primeiro Centro de Acolhimento Municipal para Tratamento de Dependentes Químicos de Araguaína está em construção. Com capacidade para receber 32 internos, homens e mulheres, a obra está sendo construída em terreno da Prefeitura de Araguaína, localizado na área do antigo viveiro, a cerca de quatro quilômetros da cidade.

Estão sendo investidos R$ 1.229,572,27, oriundos de emenda parlamentar da senadora Kátia Abreu, hoje Ministra da Agricultura. A casa de acolhimento será um espaço para receber homens e mulheres entre 18 e 60 anos.

“Quem está em situação de vulnerabilidade social, decorrente do uso de drogas terá um novo lar, com acompanhamento e toda assistência necessária para poder retomar atividades normais e ser novamente inserido no seio das famílias e sociedade”, disse o prefeito Ronaldo Dimas.

Um dos diferenciais do centro é o acolhimento a mulheres. “Temos uma preocupação para que, também as mulheres, mães, que precisem de atendimento sejam acolhidas”, complementou Dimas.

Assim que a obra estiver pronta será realizada uma licitação, para que uma associação seja responsável pela administração do centro.

Projeto 

O objetivo principal do projeto é promover a reabilitação e reinserção de dependentes químicos na sociedade, que terão apoio em trabalhos para a geração de renda. O centro contará com um dormitório masculino com capacidade para 24 internos e um feminino para 8 internas.

O local contará com refeitório, quiosques, salas de convivências, recepção e salas médicas. A estrutura para receber e dar toda assistência aos internos, deve ser entregue para a comunidade em 12 meses, após o início da obra.

Comentários pelo Facebook: