Sobral – 300×100
Seet

Cidadania, Saúde e Direitos Humanos serão tema de Encontro Jurídico da Facdo

Mara Santos -
Imagem ilustrativa
O Encontro Jurídico discutirá Cidadania, Saúde e Direitos Humanos

O 10º Encontro Jurídico da Faculdade Católica Dom Orione (Facdo) acontece de 1º a 3 de junho. A programação conta com palestras, oficinas, debates e lançamento de livros, todos com a finalidade de promover intercâmbio entre alunos, professores e profissionais do Direito.

A exemplo das edições anteriores, o evento propõe a discussão sobre temas relevantes no atual cenário jurídico, proporcionando debates sobre temas de interesse coletivo e contribuindo para a formação de acadêmicos e profissionais do Direito. Nesta edição, o encontro tem como tema Cidadania, Saúde e Direitos Humanos.

O evento tem início nesta quarta-feira (1/06), às 19h. Em seguida haverá a palestra Ações coletivas na área da saúde, ministrada pelo defensor público Arthur Luiz Pádua Marques. Após a palestra haverá o lançamento do livro A busca da verdade no processo penal, do Prof. Dr. Antônio Carlos de Farias Silva.

Na quinta-feira (02/06), as atividades iniciam às 14h, com mesa redonda com o tema Ética e inteligência na redução da oferta de drogas no universo escolar. Às 15h, haverá oficina sobre Arte-terapia e às 16h, haverá apresentação de resumos. Às 19h, será ministrada a palestra A nova interdição diante das alterações do Estatuto da Pessoa com Deficiência, pelo defensor público Murilo da Costa Machado. Às 20h, o Prof. Dr. Pedro Sérgio dos Santos ministra a palestra Políticas de Aprisionamento e Naziesquerdismo no Brasil.

Na sexta-feira (03/06), às 14h, haverá mesa redonda sobre Humanização do usuário e a nova perspectiva sobre o consumo de drogas, das 15h às 18h serão ministradas oficinas. A partir das 19h, haverá palestra sobre o novo Código de Processo Civil, Crimes no Século XXI: Direito Penal e tecnologia. Finalizando a programação, haverá o lançamento do livro A Fazenda Pública em juízo – 13ª edição, do Prof. Dr. Leonardo Carneiro da Cunha.

 

 

Comentários pelo Facebook: