Sobral – 300×100
Seet

Cidade do Tocantins é abastecida por caminhão-pipa, mas ATS envia fatura aos moradores

Redação - |
Foto: Divulgação
Moradores ficam sem água pela segunda vez

Pelo segundo ano consecutivo, os moradores da cidade de Pindorama (TO) estão sem água devido à seca do Rio Gameleira. Desta vez, o problema já dura quase dois meses e a população cobra uma solução definitiva da responsável pelo abastecimento, a Agência Tocantinense de Saneamento (ATS).

Caminhões-pipa que saem do Rio Balsas têm feito o abastecimento do município. No entanto, conforme informou um morador ao AF Notícias, a água não chega a todos os bairros.

Esta foi a solução que a ATS ofereceu temporariamente aos moradores que aguardam uma resolução concreta do problema. No ano passado, a agência até garantiu que construiria poços artesianos para acabar de vez com a falta d’água, mas não cumpriu a promessa.

“Na escola onde eu trabalho não esperamos pela agência. Construímos nosso próprio poço artesiano para garantir que não sofreríamos mais com a falta d’ água”, disse o professor Daniel Filho, morador de Pindorama, ao lembrar que, ao contrário da escola, sua casa permanece sem água.

Conforme relatou Daniel ao AF Notícias, apesar de não ter água em casa, ele continua pagando a fatura que corresponde ao abastecimento.

Em um vídeo, o filho de uma moradora de Pindorama também cobra das autoridades uma resposta para o problema. Jonatam da Silva relata que a situação se repete pelo segundo ano seguido e que a solução dada pela ATS faz as pessoas gastarem mais do que podem.

ATS

O AF Notícias entrou em contato com a agência para escutar sua versão sobre o problema, mas até o fechamento desta matéria não obteve resposta.

VEJA O VÍDEO DE JONATAM:

Comentários pelo Facebook: