Cidades Inteligentes: Arnaldo Filho articula reunião no TO com empresas japonesas

Redação AF - - 761 views
Foto: Esequias Araújo
Reunião ocorreu no Palácio Araguaia, em Palmas

Executivos das multinacionais japonesas de tecnologia NEC Latin America e Nippon Koei LAC do Brasil apresentaram ao Governo do Tocantins, nesta quinta-feira (12), o projeto Smart City ou Cidade Inteligente, que consiste no uso intensivo de tecnologias de comunicação e informação em áreas urbanas e na utilização eficiente dos recursos naturais.

“Por contar com rede de fibra ótica em todo o seu território, o Tocantins tem todas as condições de receber esse projeto”, disse o executivo da NEC, Ernani Uemura.

De acordo com os executivos, o modelo Cidade Inteligente é bastante utilizado no mundo, mas ainda é novo no Brasil. O sistema abrange as áreas de vigilância urbana, a análise de comportamento e a segurança da população como um todo, seja no trânsito ou na vida cotidiana.

“O sistema consiste não só no monitoramento por meio de câmeras, mas também no processamento e na análise de grande quantidade de informações, que são colocadas à disposição do Poder Público, ajudando no trabalho das polícias, na mobilidade urbana, no atendimento à saúde e à educação”, completou Ernani Uemura.

A empresa citou como exemplo a cidade de Araguaína, onde o projeto desenvolvido pela prefeitura está bem adiantado. A ideia colocada para o governo é levar o sistema para as principais cidades do Estado. O Governo demonstrou interesse na proposta e deixou o canal aberto com os empresários, para estudos de abrangência e viabilidade econômica do projeto.

Participaram também da reunião os executivos Roberto Kurokawa, diretor da Nippon Koei LAC do Brasil; José Bueno, CEO da Allatel Tecnologia; Miguel Matsumoto, CEO da TGEPS Engenharia; Dearley Kuhn, secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura, além de técnicos da pasta e o governador Mauro Carlesse.

Os empresários das multinacionais japonesas vieram ao Estado através da articulação do advogado Arnaldo Filho. “Foram apresentadas soluções tecnológicas que visam garantir mais eficiência na prestação dos serviços públicos, com redução de custos, e ferramentas que ajudam no combate à criminalidade, no trânsito e no dia a dia da população”, ressaltou.

Comentários pelo Facebook: