Seet
Sobral – 300×100

Cidadezinha do Tocantins gasta R$ 2,2 milhões com vereadores, 1.431% acima da receita própria

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
A cidade gasta mais do que arrecada com o trabalho dos vereadores

Agnaldo Araújo //AF Notícias

A pequena cidade de Itaporã do Tocantins, a 181 km da Capital, gasta 1.431% a mais que a receita própria com o trabalho dos nove vereadores do Município. A cidade está em 2º lugar no país entre as que mais gastam com o Poder Legislativo. O levantamento feito pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), com apoio do Sebrae.

A pesquisa foi realizada sobre gastos legislativos municipais e avaliou 3.762 municípios (68% do total). Os dados foram divulgados, nesta segunda-feira (18), pelo jornal O Estado de São Paulo, com base nos dados de 2016. No ranking, Itaporã só fica atrás de Novo Santo Antônio (PI), que gasta 2.603% a mais do que arrecada com a Câmara.

Segundo a pesquisa, o gasto de Itaporã com o legislativo é de R$ 2,2 milhões, enquanto só arrecada R$ 157,7 mil. Todo esse gasto se contrasta com uma cidade que tem apenas 2.465 habitantes, segundo estimativas do IBGE para 2017.

Além disso, conforme o IBGE, o Produto Interno Bruto da cidade, em 2014, foi de pouco mais de R$ 13 mil. O atual prefeito da cidade é José Rezende Silva (SD). Itaporã tem nove vereadores. São eles: Valdy Pereira (PSDB), Pedrinho do Tião (PMDB), Izaura Ribeiro (SD), Ires (PSDB), Ademi (PSD), Valmir do Manelão (PTB), Antônio do Zé do Adão (PTB), Hélio Leiteiro (PSD), Tita (PSC).

O Tocantins também possui a Câmara Municipal mais cara do Brasil, a de Palmas, com um gasto anual de R$ 30,8 milhões.

VEJA MAIS…

Câmara de Palmas é a mais cara do Brasil com gasto anual de R$ 30,8 mi

Comentários pelo Facebook: