Cirurgião dentista morre após passar mal durante teste do concurso da PM do Maranhão

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Cirurgião-dentista Marcone Ferreira

O cirurgião dentista Marcone Ferreira Cordeiro, de 29 anos, morreu na madrugada deste sábado (3), após passar mal durante o Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Militar do Maranhão, em São Luís. Esse é o segundo caso.

Raimundo José Sousa Ferreira, tio de Marcone, contou que o sobrinho se sentiu mal após completar o teste realizado nessa sexta-feira (2) no campus do Bacanga da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Ele foi socorrido por uma equipe do SAMU e em seguida deu entrada ainda com vida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Itaqui-Bacanga e foi medicado durante o dia todo, mas não resistiu e acabou morrendo.

O velório do cirurgião dentista será realizado na casa de familiares no bairro Vila Itamar, em São Luís.

OUTRO CASO

Na terça-feira, 30 de janeiro, a jovem Daniele Nunes Silva, de 24 anos, morreu após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) durante a realização do TAF. Ela exercia a função de escrivã de polícia em Barra do Corda e tinha o sonho de ingressar na Polícia Militar.

(Com G1-MA)

VEJA MAIS

Jovem morre durante TAF do concurso da PM do Maranhão e tem sonho interrompido

Comentários pelo Facebook: