Seet
Sobral – 300×100

Comandante diz que Força Tática age nos moldes da Força Nacional e sensação de segurança ‘volta a reinar’

Redação AF - | - 590 views
Fotos: Divulgação/PM
Segundo o comandante, a atuação do grupamento é nos moldes da Força Nacional de Segurança

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Glauber de Oliveira Santos, autorizou nesta quinta-feira (21/07) a execução do projeto de ampliação das ações de Força Tática Estadual em Araguaína. Segundo o comandante, a atuação do grupamento é nos mesmos moldes da Força Nacional de Segurança, através do remanejamento de parte do efetivo de outras unidades.

A fala do comandante é, indiretamente, uma resposta à crítica do prefeito Ronaldo Dimas que, no último dia 19, enviou ofício ao Ministério da Justiça pedindo o apoio da Força Nacional de Segurança sob o argumento de que “nenhuma ação firme é tomada pelo Governo do Estado que permanece inerte, como se nada sério estivesse acontecendo”. Segundo o prefeito, o máximo que tem tomado de atitude é enviar, raramente e por curtíssimo período, força tática especial.

Segundo o comandante, a Força Tática deve permanecer na cidade para garantir mais segurança à população pelo tempo que for preciso.

“Estamos aumentando o efetivo da unidade em 40% através do horário extraordinário e inaugurando a Força Tática estadual com policiais militares nos mesmos moldes da Força Nacional. De forma que já conseguimos dobrar o efetivo e a sensação de segurança volta a reinar na cidade. A operação vai durar o tempo que for preciso”, afirmou Glauber.

O emprego desse efetivo disponibilizado será temporário, nas cidades onde a sensação de segurança da população foi sensivelmente afetada. O impacto financeiro dessa atuação será calculado através do pagamento de diárias, devidamente autorizado pelo governo do estado. A cidade de Araguaína será a primeira a receber a ação da Força Tática, com previsão de emprego de 20 policiais militares, a partir da próxima terça-feira (26/07) por tempo indeterminado.

O comandante geral reiterou a necessidade do aumento de efetivo da Polícia Militar como umas das medidas necessárias para a melhora na segurança. Este aumento ocorrerá em breve com a realização de concurso público com previsão inicial de mil vagas para soldado.

Comentários pelo Facebook: