Sobral – 300×100
Seet

Comando da PM diz que ação contra delegado foi dentro dos ‘padrões de abordagem’

Agnaldo Araujo - - 918 views
Foto: Divulgação
Militares armados com fuzil na ação

O Comandante Geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Glauber de Oliveira, afirmou que a abordagem ao delegado em Guaraí foi realizada dentro dos padrões do POP – Procedimento Operacional Padrão. A declaração dele foi dada ao Bom Dia Brasil, que repercutiu o caso na manhã desta segunda-feira (30).

“A abordagem foi realizada dentro dos padrões do POP, de um veículo que estava identificado como suspeito. Foi feita a abordagem e agora nós estamos apurando os desdobramentos desses fatos”, afirmou à reportagem.

Conforme a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Tocantins, Cinthia Paula, o delegado relatou que ele não foi abordado. “Não houve nenhuma abordagem, não houve nenhuma identificação, não houve nenhuma ordem para parar. O delegado nos relatou que simplesmente ouviu os disparos e  sentiu que estava sangrando”, disse.

O delegado Marivan da Silva Souza foi alvejado com três tiros na manhã do último sábado (28), quando transitava por uma rua de Guaraí. No momento da ação, o delegado estava numa SW4 branca, e os militares estavam sem uniforme da polícia e num veículo descaracterizado.

Os policiais estavam à procura dos criminosos que explodiram um carro-forte na BR-153, próximo à cidade de Presidente Kennedy, na tarde da última sexta-feira (27). Após o roubo, os bandidos fugiram em direção à cidade de Guaraí.

Vídeos de câmeras de segurança mostram um PM armado com fuzil, na janela de uma camionete, perseguindo e atirando contra o veículo do delegado.

Veja a reportagem aqui.

CORREÇÃO

O comandante afirmou que a ação dos policiais ocorreu dentro dos padrões do POP e não do BOPE – Batalhão de Operações Especiais, como o AF Notícias havia divulgado.

LEIA TAMBÉM

SSP e PM investigam ação em que delegado foi baleado por militares; clima fica tenso

Delegado da Polícia Civil é alvejado a tiros por PMs que investigam roubo a carro-forte

Comentários pelo Facebook: