Comerciantes fecham acordo para desocupar imóveis da Feirinha durante audiência

Agnaldo Araujo - | - 517 views
Foto: Divulgação/TJ
As audiências foram realizadas nesta terça-feira, 18

Comerciantes impactados pelo projeto de revitalização da região conhecida como Feirinha, em Araguaína, participaram de audiências de conciliação pré-processual realizadas pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, nesta terça-feira (18). Todos os casos resultaram em acordo entre as partes.

As audiências  tiveram como foco a desocupação do espaço, realocação dos negócios e indenização dos comerciantes que tinham edificações construídas. Também ficou acordado durante as audiências a transferência dos comércios para o Galpão Verde até a conclusão da nova feirinha. Quem optou por não receber a indenização já tem espaço garantido na estrutura que está sendo construída. Já os que optaram pela indenização deverão participar de um processo de seleção que será realizado pelo Município de Araguaína para ocupação dos espaços comerciais.

Adoaldo da Silva Mota é um dos lojistas que fecharam acordo. Com dois boxes na feirinha, ele tem 36 anos de investimentos no local e, agora, vai aproveitar o valor negociado para se aposentar. “Esse era meu pãozinho de cada dia, mas como eu já tenho 76 anos e fiquei doente, não vou voltar a trabalhar. Agora é gerenciar esse dinheiro para poder descansar um pouco“, afirmou.

Além dos comerciantes, participaram das audiências o Procurador do Município, Breno Alves Paiva, e a Defensoria Pública. Os acordos foram mediados pela coordenadora do Cejusc de Araguaína, juíza Umbelina Lopes. “Estamos buscando construir o consenso entre as partes; o papel do Cejusc é de pacificador e o nosso objetivo é a resolução consensual do conflito, antes mesmo da existência de um processo na Justiça”, ressaltou.

Novas audiências de conciliação deverão ser realizadas no início do próximo mês.

Leia mais

Prefeitura inicia demolição de imóveis abandonados da Feirinha para revitalização

Desocupação total da Feirinha deve ser concluída em até 60 dias, afirma prefeitura de Araguaína

Demolição da Feirinha vai continuar de forma gradativa para amenizar impactos

Comentários pelo Facebook: