‘Concurseiro’ é apontado como líder da quadrilha que fraudou concurso da PM do Tocantins

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Antônio Concurseiro é apontado como líder da quadrilha

A Polícia Civil do Tocantins cumpriu mandado de prisão na manhã desta quinta-feira (21) contra um homem considerado o ‘gênio’ das fraudes em concursos nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Ele é Antônio Ferreira Lima Sobrinho, mais conhecido como ‘Antônio Concurseiro’.

Ele é apontado pelos investigadores da Polícia Civil como o líder da quadrilha suspeita de fraudar o concurso da Polícia Militar do Tocantins, realizado em março deste ano, com 1.040 vagas. Além dele, outras onze pessoas já foram presas na operação batizada de ‘Aleteia’. Mandados estão sendo cumpridos nos Estados do Maranhão, Piauí e Tocantins.

Antônio Concurseiro já foi preso em 2012 suspeito de fraudar o certame da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros no Estado do Maranhão. Ele ostenta em seu currículo mais de 30 aprovações em concursos públicos municipais, estaduais e federais.

Veja mais…

Fraude no concurso da PM-TO: ‘Concurseiro’ respondia provas e repassava gabarito para candidatos

Operação prende 12 pessoas suspeitas de fraudar concurso da PM do Tocantins em três Estados

Comentários pelo Facebook: