Seet
Sobral – 300×100

Concurso de Gurupi paga salário mínimo para técnico e enfermeiro; Sindicato repudia desvalorização

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
O sindicato repudiou os baixos salários oferecidos no concurso

Em nota de repúdio, o Sindicato dos Profissionais da Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET) manifestou indignação em relação aos baixos salários propostos para os cargos de técnico em enfermagem e enfermeiro, no concurso público da prefeitura de Gurupi (TO).

O concurso prevê um salário de apenas R$ 880,00 para o cargo de técnico em enfermagem e R$ 884,00 para o cargo de enfermeiro, sendo somente o mínimo vigente no Brasil atualmente. A nota de repúdio é assinada pelo presidente do SEET, Claudean Pereira Lima.

“Os salários oferecidos demostram o total desrespeito por parte do prefeito reeleito com a categoria” afirmou, acrescentando que a remuneração não possui respaldo sequer em pesquisas de mercado, sendo que tal valor encontra-se muito abaixo do praticado no Governo do Estadual e nos estabelecimentos privados do nosso Estado.

A remuneração proposta demonstra, por parte da gestão pública, o desconhecimento, o não reconhecimento e a desvalorização desses profissionais”, afirma.

Confira a manifestação na íntegra

“O SEET Sindicato dos Profissionais da Enfermagem No Estado do Tocantins vem a Público MANIFESTAR a indignação desta entidade frente aos baixos salários propostos para os cargos de Técnico em Enfermagem e Enfermeiro, no concurso público de edital número 002/2016, sob responsabilidade da Administração Pública do Município de Gurupi-TO.

O referido concurso prevê um salário de R$ 880,00 (oitocentos e oitenta reais) para o cargo de Técnico em Enfermagem e R$ 884,00 (oitocentos e oitenta e quatro reais) para o cargo de enfermeiro, o que demostra o total desrespeito por parte do prefeito reeleito, Laurez da Rocha Moreira, com a categoria.

Nesse sentido, o concurso público de Gurupi, ofertado através do edital no 002/2016, define uma remuneração que não possui respaldo sequer em pesquisas de mercado, sendo que tal valor encontra-se muito abaixo do praticado no Governo do Estadual e nos estabelecimentos privados do nosso Estado.

A remuneração proposta, não somente para o técnico em enfermagem e enfermeiro, mas para outros cargos de nível médio e superior constantes no edital em tela, demonstra, por parte da Gestão Pública, o desconhecimento e o não reconhecimento e a desvalorização desses profissionais. No que tange aos profissionais de enfermagem, uma profissão historicamente marcada pelo compromisso com a saúde, estando presente na maioria das ações desenvolvidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo responsáveis por mais de 60% das atividades desenvolvidas nos ambientes de saúde e que tem como principal função garantir uma assistência dedica a promover, a manter e a restabelecer a saúde das pessoas.

Face à desvalorização constatada no referido edital, vale lembrar que a profissão aqui mencionada possui um Código de Ética Profissional que prevê investimentos necessários para qualificação profissional, assim como o comprometimento para com a profissão e a sociedade. O SEET não pode eximir-se de sua responsabilidade social, tendo em vista que a qualidade da prestação de serviços públicos à população está diretamente relacionada às boas condições e relações de trabalho.

Por último, informamos aos colegas de profissão do município de Gurupi e região que esta entidade tomará todas as medidas cabíveis para que este abuso, por parte da gestão pública municipal de Gurupi, não permaneça”.

CLAUDEAN PEREIRA LIMA

Presidente do SEET

Veja mais….

Prefeitura de Gurupi anuncia concurso com 712 vagas para educação, saúde, quadro geral e procuradoria

Comentários pelo Facebook: