Córrego transborda com fortes chuvas e rompe rodovia ao meio no Tocantins; veja vídeo

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
A água passou no meio da pista

Um córrego transbordou e a força da água rompeu a TO-080, deixando a rodovia totalmente interditada entre os municípios de Divinópolis e Marianópolis, região oeste do Tocantins. Chove muito na região e os bueiros não suportaram o grande volume de água. A rodovia está em uma das regiões produtora de soja e gado de corte do estado e é muito utilizada para escoamento da produção.

O rompimento ocorreu por volta das 13h desta quinta-feira (08). O córrego que transbordou é conhecido como Boa Esperança.

A interdição acontece na altura de 10 km após Divinópolis, no sentido Marianópolis. A intensidade da água levou os bueiros e a pista da rodovia. A Residência da Ageto de Paraíso do Tocantins se deslocou para o local, ainda no final da manhã, para providenciar a sinalização de interdição.

De acordo com o superintendente de Operação e Conservação Rodoviária da Ageto, Gilvamar Moreira de Sousa, não há nada que fazer no momento, além de aguardar o volume de água baixar para depois levantar a dimensão dos estragos e, posteriormente, fazer a recuperação.

Rotas alternativas

A primeira rota alternativa por meio de asfalto ligando os municípios Marianópolis e Divinópolis é de cerca de 300 quilômetros para quem vem de Caseara e Marianópolis. É só pegar a TO-374 em Marianópolis e vai até Lagoa da Confusão, depois entra na TO-255 até Cristalândia e Nova Rosalândia onde o condutor pegará a BR-153 até Paraíso do Tocantins e segue para Monte Santo e depois Divinópolis.

A segunda rota alternativa sai de Marianópolis pela TO-374 até o povoado Café da Roça aonde entra na TO-354 rodovia não pavimentada até a cidade de Pium e pega um trecho asfaltado da rodovia TO-354 até Pugmil e segue pela BR-153 até Paraíso do Tocantins e segue para Monte Santo e depois Divinópolis.

A segunda opção não é rota alternativa para caminhões pesados transportadores de soja e grãos, pois as pontes no trecho não asfaltado não comportam o peso das carretas.

Caminhões pesados

Nos casos de caminhões pesados é recomendável retirar a produção de grãos do lado norte do rompimento da rodovia TO-080 via Divinópolis até Monte Santo, indo a Paraíso do Tocantins e cair na BR-153. E para a retirada da produção do lado sul do rompimento da rodovia TO-080 via Marianópolis até Lagoa da Confusão, Cristalândia e Nova Rosalândia e entra na BR-153. Nos dois casos os trechos são pavimentados.

Veja o vídeo

Comentários pelo Facebook: