Córrego transborda e interdita TO-226 em Nova Olinda; 400 alunos estão sem aulas

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Os professores foram impedidos de passarem pelo local

Márcia Costa//AF Notícias 

Cerca de 400 estudantes estão impedidos de frequentar as aulas devido à interdição de um trecho da TO-226, entre Nova Olinda e Palmeirante.

Os professores que lecionam nas duas agrovilas do município de Nova Olinda, Vila Alto Bonito (vulgo Pé de Pequi) e Bela Vista (vulgo Água branca), também não conseguiram passar pelo local na manhã desta quarta-feira (11).

O córrego Sapé transbordou por causa das fortes chuvas e a água está passando por cima da pista. “Esta não é a primeira vez que os professores não conseguem ter acesso às vilas. A primeira vez aconteceu por causa do lameiro, e agora foi a estrada que rompeu. Já esperávamos que isso acontecesse! Fizemos várias reclamações e denúncias, mas o Governo não resolveu a situação até agora”, afirmou Santana.

Segundo moradores, donos de chácaras e motoristas, a rodovia ficou pior após a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) executar um serviço paliativo antes do inverno.

A Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado chegou a informar que enviaria uma equipe ao trecho para avaliação e recuperação ainda na semana passada, mas ninguém apareceu por lá, segundo os moradores.

Outro lado

A Ageto informou que durante o monitoramento feito pelos técnicos da agência nesta terça-feira (10) o trecho tinha alguns atoleiros (trecho não pavimentado) e com o aumento no volume das últimas chuvas nesta noite/manhã a água estava passando sobre a pista, fazendo com que o trecho fosse interditado.

A Ageto informou que os técnicos retornarão ao local, nesta quarta-feira, após o volume de água baixar um pouco para verificarem se houve ou não desmoronamento da pista.

Outros casos no Estado

Conforme a Ageto, o excesso de chuvas que atinge o Estado há alguns dias vem provocando estragos e transtornos para a população e os motoristas que trafegam nas rodovias estaduais, principalmente nas regiões centro-norte e Bico do Papagaio

A rodovia TO-335, entre Colinas do Tocantins e Palmeirante, foi interditada por causa do rompimento do asfalto na tarde dessa segunda-feira (09). A TO-080, entre Marianópolis e Divinópolis,  também se rompeu há pouco mais de um mês e a Rodovia TO-201 entre Sítio Novo e Axixá está com trânsito liberado em apenas uma das pistas há 15 dias.

Período atípico

De acordo com o professor José Luiz Cabral da Silva Júnior, do Núcleo de Metereologia e Recursos Hídricos da Unitins, este ano, o Tocantins está saindo de um longo período de 4 anos de precipitação das chuvas, abaixo da média. Só no mês de abril por exemplo, a média que é de 100 a 120 mm, já foi ultrapassada nos 10 primeiros dias do mês.

E vai continuar chovendo muito. Serão chuvas torrenciais, com grandes volumes de água e em curto intervalo de tempo por causa da Zona de Convergência do Atlântico Sul. Isso favorece o acúmulo de água, provocando as enchentes nos córregos e rios”, explicou o professor.

Veja mais

Governo faz reparos e piora trecho da TO-226 entre Nova Olinda e Palmeirante

Comentários pelo Facebook: