CPI é criada para investigar prefeito e vice de Goiatins por aluguel de ônibus sucateado

Redação AF -
Foto: Divulgação
Ônibus em condições precárias

Márcia Costa //AF Notícias

A Câmara Municipal de Goiatins, norte do Estado, aprovou a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar supostas irregularidades cometidas pelo prefeito Antônio Luiz (PR) e vice-prefeito Domingos de Sousa, envolvendo o transporte escolar no município. A criação da CPI foi aprovada por 7 votos a 2.

Os vereadores vão investigar a utilização de um ônibus antigo em situação precária, com pneus carecas, sem freios, que estaria sendo usado para o transporte de 42 alunos do povoado Alto Lindo, zona rural. O veículo seria do vice-prefeito e estava locado à prefeitura.

A Comissão será constituída na sessão desta quarta-feira (18), a partir das 20h30 na Câmara. O pedido da CPI foi feito pelos vereadores Salmeron de Assis, Claudio Arruda e José Filho.

O presidente da Câmara, Max Luz disse que “a necessidade da criação da CPI veio logo após os vereadores terem conhecimento das denúncias feitas nas redes sociais e mídias [sobre o transporte escolar] e o Ministério Público entrar no caso”.

Conforme o presidente, ainda é cedo para dizer se os gestores serão afastados dos respectivos cargos para não atrapalharem as investigações.

O Ministério Público Estadual instaurou no dia 5 de abril um inquérito civil público para averiguar a possível violação ao direito de acesso à educação e também provável dano a educação.

O promotor Célem Guimarães Guerra solicitou informações da Prefeitura sobre a situação do veículo e as providências a serem adotadas para a regularização do serviço de transporte escolar, bem como cópia do contrato de locação do referido ônibus.

O OUTRO LADO

Procurado para comentar a criação da CPI, o prefeito Antônio Luiz disse que aguardará a notificação para se pronunciar.

VEJA MAIS…

Ônibus sucateado de vice-prefeito é usado para transportar estudantes em Goiatins

Comentários pelo Facebook: