Cratera gigante na TO-222 avança e ameaça derrubar casas; MPE instaura inquérito

Agnaldo Araujo - |
Foto: Fernando Almeida
A cratera cresce a cada dia

O Ministério Público Estadual instaurou inquérito para investigar irregularidades ambientais e urbanísticas causadas pelo agravamento da cratera gigante localizada na Avenida Filadélfia, perímetro urbano da TO-222, em Araguaína.

Segundo a portaria do MPE, o enorme buraco fica próximo à nascente do Córrego Baixa Funda e já estaria colocando em risco a estrutura de residências e a vida de moradores da Rua Trindade, no Setor Palmas.

O inquérito civil público foi instaurado pela 12ª Promotoria de Justiça, através do promotor Airton Amilcar Machado Momo, com base em denúncia de moradores e da ONG SOS Proteção e Liberdade.

Qualquer pessoa interessada pode apresentar documentos ou subsídios durante a tramitação do inquérito que auxilie na investigação.

O problema

A cratera gigante fica na TO-222 logo abaixo do prédio da Ciretran. O problema apareceu ainda em fevereiro de 2011 e nada de definitivo foi feito no período de 7 anos, nos governos de Siqueira Campos, Sandoval Cardoso, Marcelo Miranda e, agora, de Mauro Carlesse.

Em janeiro de 2017, a rodovia chegou a ser interditada completamente pela Defesa Civil após a cratera avançar sobre a outra pista em frente à Praça dos Imigrantes, no Setor Coimbra. No mês passado, uma mulher conduzindo um veículo de passeio foi parar no fundo da cratera.

Leia mais…

Mulher capota veículo e vai parar no fundo de cratera gigante na Avenida Filadélfia

Cratera gigante na Avenida Filadélfia fará ‘aniversário’ de 7 anos e sem solução definitiva do problema

Comentários pelo Facebook: