Criança enterrada viva é resgatada após 7 horas por policias no Mato Grosso

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
A criança estava enterrada em uma cova com cerca de 50 cm de profundidade

Nielcem Fernandes // AF Notícias

Uma indígena recém-nascida dada como morta foi enterrada viva pela própria família e resgatada pela Polícia Militar no estado do Mato Grosso após 7 horas. O caso aconteceu na cidade de Canarana, a 838 km de Cuiabá, nesta terça-feira (5).

A PM informou ter recebido uma denúncia de que um bebê havia morrido logo após o parto e tinha sido enterrado no quintal de uma casa, pelos próprios familiares, sem passar pelo Instituto Médico Legal (IML).

Ao chegar ao local onde a criança teria sido enterrada, os policiais descobriram que a criança estava viva no momento em que os policiais começaram a cavar para desenterrar o corpo. A família disse à polícia que enterrou a recém-nascida por achar que a menina teria morrido após o parto.

A mãe do bebê tem 15 anos e deu à luz no banheiro de uma casa da família de indígenas, que vive na zona urbana de Canarana. O parto teria ocorrido ao meio-dia de terça-feira.

O bebê foi transferido de Canarana para o Hospital Regional de Água Boa, a 736 km de Cuiabá, onde continua internado. Os médicos descobriram que o recém-nascido teve um afundamento no crânio. O bebê passou por um exame de raio-X que apontou duas fraturas na cabeça.

Durante o resgate, os policias gravaram um vídeo. Confira como foi o resgate:

Comentários pelo Facebook: