Sobral – 300×100
Seet

Criança que necessitava de tratamento no exterior morre após iniciar recuperação

Agnaldo Araujo - |
Foto: Redes sociais
O pequeno Nícolas faleceu nesta quarta-feira, 23

Agnaldo Araujo//AF Notícias

O pequeno Nicolas Cardoso Leal, de apenas 04 anos de idade, faleceu na manhã desta quarta-feira (23), em Araguaína. O menino teve paralisia cerebral aos dois anos de idade e perdeu todos os movimentos do corpo. Uma campanha estava sendo realizada por familiares para que ele fizesse tratamento com células-tronco no exterior.

O objetivo inicial era que Nicolas fizesse o tratamento na Tailândia, mas os familiares não conseguiram todo o dinheiro necessário e foi decidido que o procedimento seria feito no Paraguai, por etapas. O sonho dos familiares era que Nicolas recuperasse os movimentos e pudesse andar e falar.

O menino, acompanhado de sua madrinha Renata Cardozo, viajou para o Paragauai e chegou a inciar o tratamento. Eles foram no início de agosto e voltaram para Araguaína há poucos dias. O retorno estava marcado para dezembro de 2017.

Com os primeiros procedimentos realizados, Nicolas já apresentava melhoras. Em um vídeo postado nas redes sociais, o menino já conseguia abrir a boca sozinho, mexia a perna e também o braço direito.

A Câmara Municipal de Araguaína lamentou a morte do pequeno Nicolas e solidarizou com os familiares e amigos. “Que Deus traga paz aos corações de todos os familiares”, disse o presidente da Casa, vereador Marcus Marcelo.

O sepultamento do menino será no Cemitério Jardim das Paineiras, a partir das 14h30 desta quarta-feira. O sepultamento está previsto para as 08h30 desta quinta-feira (24).

Matéria atualizada as 14h21

Leia mais…

Criança de Araguaína viaja ao exterior para tratamento com células-tronco; família pede ajuda

Criança de Araguaína precisa de tratamento com células-tronco que custa R$ 120 mil para voltar a andar; ajude!

Comentários pelo Facebook: