Cristo Redentor abandonado vira ‘casa’ para morador de rua em Araguaína

Agnaldo Araujo - | - 747 views
Cristo Redentor

Márcia Costa//AF Notícias

O Cristo Redentor, monumento turístico que existe há mais de uma década em Araguaína (TO), continua abandonado e já virou ‘casa’ para um morador de rua e abrigo de animais silvestres.

O monumento apresenta pichações, infiltrações, mofos e rachaduras. Quem visita a estátua tem uma vista privilegiada da cidade, mas se depara com lixo e escuridão. O local também foi alvo de vandalismo: os santinhos foram quebradas e o orelhão telefônico destruído.

A dona de casa Jandercir mora há 20 anos nas proximidades do Cristo Redentor e viu a estátua ser construída. Hoje, ela lamenta o abandono.

Segundo a moradora, visitantes de outras cidades procuram frequentemente o endereço do monumento, mas ela fica envergonhada de dizer devido o abandono. “Dói no coração ver nosso dinheiro assim. Era para ser algo bonito, atraente, para as pessoas visitarem. Aqui era bonito, tinha guarda, até celebração, mas hoje não tem nada”, lamentou

A moradora também reclamou da falta de segurança no local. “Mataram um rapaz e balearam outro. O jovem saiu correndo aqui no quintal da minha casa. Já teve assaltos, o motociclista tentando fugir do bandido e o criminoso atrás dando tiro”, relatou.

A esperada reforma

Este ano, a prefeitura de Araguaína anunciou que não realizaria a tradicional festa do Carnaval para investir na revitalização da estátua. No entanto, as obras ainda não começaram.

No mês passado, a prefeitura afirmou ao AF Notícias que o projeto de revitalização do Cristo Redentor ainda está sendo elaborado.

Segundo a prefeitura, a abertura de licitação está dentro do prazo e planejada para o segundo semestre deste ano.

Foto: Luiz Ernandes
Dona Jandercir
Foto: Luiz Ernandes
Orelhão danificado
Foto: Luiz Ernandes
Estátua do Cristo Redentor em Araguaína
Foto: Luiz Ernandes
Local utilizado por morador de rua
Foto: Luiz Ernandes
Animal silvestre flagrado passeando no local
Foto: Luiz Ernandes
Local embaixo da estátua

Comentários pelo Facebook: