Curandeiro é preso por estupro quando se preparava para realizar ‘cirurgias espirituais’

Redação AF -
Foto: Polícia Civil
Policia Civil efetua prisão de curandeiro suspeito de praticar abuso sexual em Taguatinga

Um curandeiro foi preso preventivamente na última quarta-feira (15) em Novo Alegre do Tocantins acusado de estupro de vulnerável.  A prisão foi efetuada por policiais civis da Delegacia de Taguatinga, comandados pelo delegado Márcio Duarte Teixeira. O curandeiro Mauro José dos Santos, 57 anos, era considerado foragido da justiça.

Conforme o delegado Márcio, após tomar conhecimento do paradeiro do curandeiro, agentes da Polícia Civil com apoio da PM, deslocaram-se até a cidade de Novo Alegre, onde o suspeito foi localizado e preso na zona rural daquele município.

Ao ser abordado, o curandeiro não resistiu à prisão, afirmando apenas que estaria em Novo Alegre realizando “cirurgias espirituais” e que naquele mesmo dia estaria regressando para a cidade de Inhumas – GO.

Mauro é acusado de ter praticado em Taguatinga, crime de estupro de vulnerável no ano de 2015, sendo que, após realizar a investigação do fato, o então delegado da cidade, Wanderson Chaves de Queiroz, representou pela prisão de Mauro José, a qual foi deferida e cumprida, nesta quarta-feira.

Após ser capturado, de imediato, o suspeito recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Taguatinga, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Comentários pelo Facebook: