Seet
Sobral – 300×100

Curso da UFT debaterá ‘golpe de 2016’, ameaça a direitos e intervenção militar de 2018

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O curso vai ocorrer nos meses de abril e maio

A Universidade Federal do Tocantins (UFT) vai realizar um curso de extensão sobre a democracia no Brasil diante do ‘golpe de 2016’, ocorrido com o impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT).

O curso de extensão será realizado no campus de Palmas nos meses de abril e maio de 2018 e terá várias palestras de professores da instituição. Também estarão presentes o suplente de senador pelo PT, Donizete Nogueria; o deputado estadual Paulo Mourão (PT); e o presidente do PCdoB no Tocantins, Nésio Fernandes.

O curso será realizado através do Observatório de Políticas Territoriais e Educacionais da UFT, coordenado pelo professor Adão Francisco de Oliveira, ex-secretário de Estado da Educação. Segundo ele, o objetivo é oportunizar aos participantes o entendimento do atual cenário político.

A ideia é permitir aos interessados elementos conceituais para se compreender com precisão o que está acontecendo no cenário político hoje no Brasil”, disse.

Os interessados em participar devem solicitar a inscrição pelo e-mail [email protected] Segundo o professor Adão, o curso ocorrerá sempre nas terças-feiras, das 18h40 às 22h00, no Auditório da Reitoria (bloco IV), do campus de Palmas.

Entre os temas das palestras estão ‘análise e conjuntura no contexto do golpe em curso’; semelhanças e particularidades ‘do AI-5 de 1968 à intervenção Militar de 2018’; ‘o papel da mídia nos golpes da República Brasileira’;  e ‘a organização da extrema-direita frente ao golpe de 2016’.

Ainda serão discutidos assuntos sobre o feminismo, gênero e ‘direitos civis e políticos da Constituição de 1988 sob ameaça’.

Comentários pelo Facebook: