Seet
Sobral – 300×100

Da oposição, apenas vereador Ferreirinha é reeleito em Araguaína; Silvinia, Pajeú, Rosewelt e Capixaba perdem

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Da oposição, apenas Ferreirinha consegue ser reeleito em Araguaína; Silvinia, Pajeú, Rosewelt e Capixaba perdem

A ferrenha oposição ao atual prefeito na Câmara Municipal de Araguaína (TO) não retornará à Casa no próximo ano. Dos cinco vereadores, apenas José Ferreira Barros Filho, o Ferreirinha (PMDB), foi reeleito. Ele obteve 1.423 votos, 1,73% dos válidos.

Já os maiores críticos da atual gestão, como Batista Capixaba (PSC) e Silvinia Pires (PT) vão ficar fora da próxima legislatura. Capixaba disputou a eleição como candidato a vice-prefeito de Olyntho Neto (PSDB) e obteve 17.052 votos (21,35%). Já a vereadora Silvinia (PT), ficou como primeira suplente da coligação PRTB/PT, com 1.016 votos. Na eleição de 2012, ela obteve 1.217 votos. Por essa coligação, foram eleitos Gideon Soares e Leonardo Lima.

Outros vereadores de oposição que também não conseguiram ser reeleitos são Neto Pajeú (PDT) e Rosewelt Cormineiro (PSDB), que obtiveram 792 e 429 votos, respectivamente. Pajeú obteve 1.577 votos em 2012, e Rosewelt, 1.388.

Outros críticos

Outros candidatos que fizeram campanha criticando os atos da atual gestão também não conseguiram sucesso. É o caso do ex-vereador Gerônimo Cardoso (PPS), que obteve apenas 231 votos. O homem do chambari, como é popularmente conhecido, já foi condenado pelo TRE-TO à inelegibilidade por três anos acusado de trocar chambari por votos.

O apresentador Tomaz Xavier (PMDB) também não se saiu bem nas urnas. Ele obteve 647 votos e ficou na 4ª suplência da coligação PMDB/PP.

Rademarker, o homem que brigou contra o aumento do IPTU abusivo e travou várias outras batalhas em Araguaína, obteve 245 votos.

Comentários pelo Facebook: