Seet
Sobral – 300×100

Delegado da Polícia Civil é alvejado a tiros por PMs que investigam roubo a carro-forte

Redação AF - |
Foto: AF Notícias
Delegado foi alvejado a tiros por militares

Um delegado da Polícia Civil do Tocantins foi alvejado por três tiros efetuados por militares do serviço de inteligência da Polícia Militar em Guaraí, na manhã deste sábado (28).

Segundo informações preliminares, o delegado Marivan da Silva Souza estava trafegando em seu veículo quando foi abordado por quatro militares de Palmas, que estariam à paisana. Ao descer do carro, o delegado teria sido alvejado pelos disparos.

Os militares estão à procura dos criminosos que explodiram o carro-forte da empresa Prossegur, na tarde desta sexta-feira (27), na BR-153, próximo à cidade de Presidente Kennedy. Os bandidos estavam com armamento pesado, como metralhadoras e fuzis.

Segundo apurado, os tiros atingiram o delegado de raspão na cabeça, braço e outro arrancou parte da orelha. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Guaraí, lúcido e consciente, segundo colegas. Marivan será transferido para Palmas no helicóptero da Secretaria de Segurança Pública.

A abordagem teria sido motivada pelo fato do delegado estar numa SW4 branca, mesmo modelo usado pelos criminosos, mas que foi incendiada após o roubo.

Colegas do delegado afirmaram que ele estava desarmado. Já os militares relataram que ele teria furado um bloqueio. Um escrivão da Polícia Civil teria presenciado toda a ação. O clima está tenso na região.

O secretário de Segurança Pública, César Simoni, e o Comandante Geral da PM, Coronel Glauber, estão se deslocando de Palmas para acompanhar a situação em Guaraí.

As Polícias Civil e Militar ainda não se manifestaram oficialmente sobre o episódio.

Comentários pelo Facebook: