Sobral – 300×100
Seet

Deputado que tatuou Temer é flagrado pedindo foto da bunda de garota durante sessão

Agnaldo Araujo - |
Foto: Lula Marques
Foto da conversa do deputado

O polêmico deputado federal Wladimir Costa (SD-PA), que ficou conhecido nesta semana por ter tatuado o nome do presidente no ombro direito, foi flagrado nesta quarta-feira (2), durante a sessão de votação sobre a denúncia contra Michel Temer (PMDB), pedindo um “nude” de uma mulher por meio do WhatsApp.

Na mensagem, o deputado escreveu, por volta das 17h27: “Mostra a tua bunda afinal não são suas profissões que a destacam como mulher é sua bunda. Vai lá põe aí garota”. O registro de seu celular, feito pelo fotógrafo Lula Marques, é do momento em que os deputados ainda discutiam o parecer que pedia o arquivamento da acusação contra Temer.

Em outra mensagem, Wladimir diz ao mesmo contato: “Fátima Bernardes, Sonia Abrãao, Marilia Gabriela, Mariza Godói são elogiadas, respeitadas e até desejadas pelas suas capacidades técnicas e não por um par de bunda, já bastante banalizada por todo o Tapajos do decano sortinho preto que reveza com o vermelhinho já bastante desbotado pelos anos“.

A moça rebate a mensagem do deputado. “Você poderia perder seu valioso tempo com coisas mais interessantes“, diz.

O QUE DIZ O DEPUTADO

O deputado afirmou que a conversa não era de cunho sexual e fez questão de dizer que “incontestavelmente as mulheres brasileiras possuem os bumbuns mais lindos do planeta.”

Segundo o parlamentar, ele conversava com uma “profissional da imprensa” de fora de Brasília que insistia para que ele tirasse a camisa dentro do plenário e mostrasse a tatuagem feita no ombro direito com o escrito “Temer”, em homenagem ao presidente.

Somente antes de ontem ela pediu mais de 15 vezes, gente. Ontem foram mais de 20 vezes. ‘Deputado, tira a camisa’. Como é que vou tirar a camisa? Tenho que respeitar a família brasileira. Nós temos o decoro parlamentar, nós temos regras dentro da Câmara. E, mesmo que não houvesse regras, que determinam nosso comportamento, eu jamais chegaria a uma situação dessa sem limite”, argumentou.

Para ele, não houve um comportamento inadequado em plenário. “Nada [de errado]. O bumbum mais bonito que existe está lá em casa para eu ver, que é o da dona Amanda, minha esposa”, se defendeu, rindo. (Com informações – Estadão)

Leia também

Deputado do Pará tatua nome de Michel Temer no ombro e afirma: ‘sou admirador nato’

Comentários pelo Facebook: