Seet
Sobral – 300×100

Deputados sugerem implantação de painéis solares na Assembleia por causa do preço absurdo da energia

Agnaldo Araujo - |
Foto: Diuvlgação
O objetivo é a economia

Após os últimos reajustes na conta de energia elétrica no Tocantins, o preço da tarifa foi parar nas alturas. A única saída é economizar e buscar meios alternativos, medidas adotadas até pelos deputados estaduais.

Na última semana, um conjunto de parlamentares apresentou um requerimento que propõe à Assembleia Legislativa a implantação de painéis solares na Casa. A medida pretende servir de exemplo aos órgãos públicos do Estado, a fim de que adotem a mesma postura, ao gerar economia aos cofres públicos e contribuir para o desenvolvimento econômico do Tocantins.

A tarifa de energia elétrica no Tocantins sofreu dois reajustes consideráveis nos últimos dois anos, mesmo o Estado sendo um grande produtor. Em julho de 2016, o aumento foi de 13,79%. E em 2017, a tarifa aumentou ainda mais. O percentual foi de 6,02% para o consumidor comum, 5,50% para a rede de baixa tensão e 7,72% para rede de alta tensão.

O presidente da Comissão de Minas e Energia, na Assembleia, o deputado Paulo Mourão (PT) tem defendido que, na atual conjuntura econômica, a energia solar é um dos pontos de maior apelo no sistema energético brasileiro. “A energia solar tem uma capacidade de investimentos muito alta, e o Tocantins apresenta potencial e é um forte candidato por ser um dos Estados brasileiros com maior incidência de raios solares”, ressaltou.

Nesta quarta-feira (05) e quinta-feira (06), os deputados Elenil da Penha (PMDB), Wanderlei Barbosa (SD), Rocha Miranda (PMDB) e Solange Duailibe (PR), juntamente com Paulo Mourão, participaram do principal congresso sobre energia solar fotovoltaica no Brasil, que ocorreu no Rio de Janeiro.

Economia na AL

A Assembleia Legislativa do Tocantins também tem adotado outras medidas de economia, como redução do consumo de água e energia elétrica, além da reciclagem de materiais como papel, plástico e madeira. As ações serão postas em prática a partir do próximo mês.

Leia mais

Energia elétrica do Tocantins ficará mais ‘salgada’ a partir de julho, com reajuste de 7,7%

Comentários pelo Facebook: