Seet
Sobral – 300×100

Detentos ateiam fogo em colchões devido regalias de presos ‘importantes’

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Os presos atearam fogo em 30 colchões

Presos atearam fogo em 30 colchões na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP), na manhã desta sexta-feira (14/10). Segundo informações, eles estariam revoltados com as supostas “regalias” dadas aos presos da Operação Ápia da Polícia Federal, que ficaram em celas separadas. Outro motivo seria o fato de o ex-governador Sandoval Cardoso (SD) ter passado a noite em uma sala especial.

Foto: Cyntia Miranda -G1
Os presos ficaram revoltados e atearam fogo nos colchões

O fogo foi registrado no pavilhão B. Bombeiros foram chamados para controlar o incêndio. Servidores ficaram desesperados com o início da rebelião na unidade prisional da capital e pediam apoio, bem como reforço policial, insistentemente.

Com fogo nos colchões, uma nuvem de fumaça se formou e era possível ser avistada de longe.

O ex-governador Sandoval Cardoso se entregou no início da noite desta quinta-feira (13/10), na sede da Polícia Federal, em Palmas, e passou a noite na Casa de Prisão Provisória de Palmas. A defesa do ex-governador já solicitou sua transferência para uma cela do Quartel de Comando Geral da PM do Tocantins.

Sandoval foi um dos 19 que tiveram mandado de prisão expedido, porém ele não foi encontrado em sua residência em Colinas do Tocantins, onde a PF cumpriu mandados de busca e apreensão de materiais.

Leia também

Sandoval se entrega à Polícia Federal, presta longo depoimento e é recolhido à prisão em Palmas

Comentários pelo Facebook: