Sobral – 300×100
Seet

Detran-TO investiga 10 autoescolas por suspeita de falsificação de documentos

Agnaldo Araujo - |
Foto: Ilustrativa
Duas da autoescolas investigadas são de Araguaína

Um total de 10 autoescolas estão sendo investigadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) por suspeita de falsificação de documentos no recredenciamento de 2017. Desse total, seis estão no norte do Tocantins, sendo duas em Araguaína.

Na Capital do Tocantins, duas também estão sendo investigadas. Todas devem responder por ‘inconsistências encontradas em documentos’ apresentados em setembro.

O processo administrativo disciplinar foi autorizado pelo presidente do Detran-TO, Eudilon Donizete Pereira, e a portaria foi publicada no Diário Oficial do Estado no dia 06 de outubro.

Além de apurar as contradições encontradas, as investigações também visam apurar outras infrações que podem surgir no decorrer do processo.

O prazo para encerramento das investigações é de 60 dias após a autorização, sendo prorrogável por igual período, caso haja necessidade.

AUTOESCOLAS INVESTIGADAS

Assunção Filho – em Araguaína;

Centro de Formação de Condutores de Veículos Araguaína Eireli – em Araguaína;

Augusto e Teixeira – em Araguatins;

Torres & Santos – em Araguatins;

Autoescola Filadélfia – em Filadélfia;

Hamilton Melo Santos & Cia – em Tocantinópolis;

AR Cavalcante – em Formoso do Araguaia;

Teresa A. dos Santos Formação de Condutores – em Palmas;

Autoescola Radar – em Palmas;

Antônio Augusto de Sousa & Filho – em São Miguel do Tocantins.

Comentários pelo Facebook: