Sobral – 300×100
Seet

Dimas diz que o Tocantins ‘tem jeito’ e que é ‘fácil administrar’ com planejamento, projetos e gente séria

Redação AF - |
Foto: Cedida ao AF Notícias
PR lança pré-candidatura de Ronaldo Dimas ao governo do Estado

O lançamento da pré-candidatura de Ronaldo Dimas ao Governo do Tocantins reuniu dezenas de lideranças, prefeitos, vereadores e deputados de quase todas as regiões do Estado, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira (4) em Araguaína. O anfitrião do lançamento foi o senador Vicentinho Alves, presidente regional do Partido da República.

Dimas admitiu que foi pego de ‘surpresa’ ao ter seu nome anunciado por meio de uma nota oficial do PR, na semana passada, e que trata-se de uma “decisão muito difícil”, pois envolve a renúncia do mandato de prefeito em abril de 2018. Contudo, o gestor admitiu que não pode “fechar os olhos para o que está acontecendo no Estado“.

Já na condição de pré-candidato, Dimas enfatizou que o “Tocantins tem jeito”, fazendo alusão ao slogan usado em sua campanha eleitoral de 2012 – “Araguaína tem jeito”, quando a cidade estava afundada em problemas nas áreas da educação, saúde e, principalmente, infraestrutura.

“Acredito que é possível resgatar o sonho tocantinense de desenvolvimento e de obras. É fácil administrar o Estado. É fácil. É preciso ter planejamento, projetos, gente comprometida e séria à frente das diversas secretarias. Ter pessoas nos lugares certos para fazer acontecer. Parte do líder essa noção e o sentimento de comprometimento”, afirmou Ronaldo Dimas.

O pré-candidato ressaltou que o Tocantins é um estado novo e “não tem muitos problemas”, por isso, é possível retorná-lo “aos trilhos do desenvolvimento, deixando a população alegre novamente”. “Infelizmente, todos nós andamos meio tristes. Isso não é uma crítica ao governador Marcelo Miranda, pelo contrário, o respeito, temos muitas parcerias e ele se preocupa com nossa cidade. Mas é possível fazer muito mais”, garantiu.

RESPEITO AOS DEMAIS PRÉ-CANDIDATOS

Dimas adiantou que não fará política brigando com outros pré-candidatos, já que não é seu perfil. Segundo ele, o foco é mostrar projetos e resultados.

“Respeito todo mundo. Desde o mais simples à mais alta autoridade. Eu sempre tratei todos da mesma forma. Isso serve para os que são ou estão pré-candidatos hoje. Não vou sair brigando com ninguém. Não é meu perfil, mas vou mostrar ao longo desse processo que nós temos o melhor projeto para o Estado. Não estou me gabando de nada, mas é a realidade. Política para mim sempre foi de resultados”, argumentou.

INVESTIMENTOS SERÃO PRIORIDADES

Dimas afirmou que os investimentos serão priorizados numa eventual gestão sua à frente do Governo. De imediato, no mínimo R$ 200 milhões por ano serão reservados no Orçamento do Estado para investimento direto nos municípios.

Para ele, o cálculo precisa ser feito de maneira inversa, ou seja, reserva-se primeiro o dinheiro dos investimentos e o restante do orçamento será adequado à realidade do Estado de custeio e de pessoal. “Não dá para um Estado tão carente de investimento simplesmente virar pagador de folha de pagamento”, pontuou.

DECISÃO FINAL SOBRE A CANDIDATURA

Embora tenha lançado a pré-candidatura, Dimas afirmou que a decisão final sobre disputar ou não ao governo do Estado será tomada em abril e dependerá muito das articulações.

“Só com o PR não vamos ganhar eleição. Muitos partidos me ligaram ao longo da semana e já demonstraram a vontade de caminhar conosco. Vou começar logo adotando algumas estratégias para municiar prefeitos e vereadores com dados, números, imagens e realizações sobre aquilo que é Ronaldo Dimas. É nossa vontade conjunta de transformar esse estado em um verdadeiro canteiro de obras. O Tocantins tem jeito”, finalizou.

Engenheiro, ex-presidente do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Tocantins), e da Fieto (Federação das Indústrias do Estado do Tocantins), Dimas trabalhou na Companhia Habitacional de São Paulo, foi secretário das Cidades do governo do Tocantins, deputado federal e está no segundo mandato à frente da Prefeitura de Araguaína.

CONTINUIDADE

Ao citar várias obras e melhorias que Araguaína teve nesses seus dois mandatos, ele disse ter total confiança de que, caso confirme mesmo a candidatura a governador e saia do cargo, o vice-prefeito  Fraudneis Fiomare, siga com o planejamento da gestão municipal.

“Ele conhece a gestão e tem conhecimento pleno da administração”, garantiu o prefeito, ao destacar que vai deixar vários projetos consolidados até o mês de abril. Por fim, ressaltou ter a certeza de poderá ajudar muito mais Araguaína se chegar ao posto de governador.

Comentários pelo Facebook: